COPYRIGHT FUNDAÇÃO ASSIS GURGACZ 2012 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | RESOLUÇÃO MÍNIMA 1024x768 px

1º CONCURSO DE MISS 3ª IDADE DO MUNICÍPIO DE CASCAVEL.
CENTRO DE CONVIVÊNCIA NAIR VENTORIN GURGACZ, REALIZOU ESCOLHA DA MISS 3ª IDADE, QUE PARTICIPARÃO NO 1º CONCURSO DE MISS 3ª IDADE DO MUNICÍPIO DE CASCAVEL.
A seleção da Miss da 3ª idade da Fundação Assis Gurgacz, ocorreu no dia 17 de outubro, foram escolhidas duas candidatas, do Centro de Convivência, uma representando o grupo da 3ª idade no período matutino a Sra. Tereza dos santos Castelaci (69) anos e Sra. Alice Soares dos Santos (63) anos, representando o grupo da 3ª idade do período vespertino, ambas concorrerão no dia 22 de outubro no concurso de Miss 3ª idade do Município de Cascavel, na Associação Atlética Comercial de Cascavel.
As duas candidatas representantes do Centro de Convivência, da Fundação Assis Gurgacz, desfilaram com mais 17 candidatas das Entidades da sociedade civil e Governamental.
Tiveram um dia especial de Miss, pela manhã foram recepcionadas com um belíssimo café da manhã na Prefeitura Municipal, após tiveram um manhã de beleza, um delicioso almoço oferecido pelo Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) e no período vespertino realizaram o grande sonho, desfilar ao som de Frank Sinatra, acompanhados por aplausos, no salão de baile da Associação Atlética Comercial de Cascavel.
Após o concurso todas as participantes receberam uma lembrança deste dia importante em suas vidas, porém o presente maior foi à participação no evento, ainda deslizando na pista ao som de Danúbio azul, acompanhadas por jovens miliares, que ofereceram uma rosa e as conduziram na tradicional valsa.
Para Alice foi um dia glamoroso, de muita alegria, me senti amada e valorizada, ou seja, um dia de Miss realmente. ...Nunca imaginei que algum dia eu faria isso...
Valorizar a mulher idosa, a sua beleza, suas ações no decorrer da vida, reforça a vontade de viver, de sentir-se bem e estimula a energia da juventude, destaca Professora Salete.




Idosos do Centro de Convivência, participaram de oficina de bonecas
Os Idosos confeccionam bonecas dormioacas, com objetivo de desenvolver suas habilidades e seus talentos artísticos, bem como momentos terapêuticos de diálogo, de interação e de socialização. As oficineiras são as próprias idosas que frequentam o Centro de Convivência, Sra. Izabel Cechinato e Sra. Aurora Machado da Rosa e os demais integrantes participaram na realização da atividade coletiva.
Para Izabel foi gratificante realizar esta oficina, possibilitou fazer uma doação de seus conhecimentos, voluntariamente, sentiu-se feliz por fazer outras pessoas felizes.
Para Aurora, que também contribuiu com a oficina de bonecas, sentiu-se feliz, satisfeita, por poder repassar o que ela aprendeu no decorrer da sua vida, isso tudo é gratificante, pois tive a oportunidade de realizar com minhas colegas aqui no grupo, no Centro de Convivência trabalhos manuais. Foi uma volta a infância ao tecer estas bonecas, foram ressurgindo momentos de grandes recordações, das brincadeiras de bonecas, das alegrias da meninice, ainda o mais importante de tudo isso, foi a concretização grandes amizades e a satisfação de ensinar.
Para a participante da oficina como aluna, Maria Virgínia de Freitas, foi muito bom realizar esta atividade, ?eu nunca tinha feito este tipo de bonecas, me senti capaz, pois eu não acreditava que seria. Foi tudo de bom fazer esta oficina de bonecas.
As oficinas propiciaram momentos de grande integração, de alegrias e de muita criatividade, além de estreitarem vínculos de amizade e contribuindo também para geração de renda dos idosos. Destaca a coordenadora Prof. Salete Chrun.




4º TORNEIO DE BOCHA CAMPEIRA
A Fundação Assis Gurgacz realizou no último dia 15 de Outubro, o 4º torneio de Bocha Campeira de Quilômetro, organizados pelos idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, com a participação de Entidades que atendem idosos em Cascavel. O evento foi realizado em comemoração ao mês do idoso, com o objetivo de promover a socialização e integração entre as Entidades e os idosos. Foi proporcionado momentos de muita diversão, descontração com a prática prazerosa e saudável desta nova modalidade esportiva para 3ª idade. Esta modalidade pode ser praticada por qualquer pessoa, em campo aberto.
A maioria dos atletas participantes não conhecia esta modalidade e ficaram encantados, como Gervásio Carbonera, ?queremos praticar mais vezes esta atividade, pois passamos uma tarde agradável e realizamos atividade física sem perceber, o tempo passou muito rápido, além é claro da companhia de novos amigos e de grupos que ainda não conhecíamos?.
Para os Educadores Sociais que desenvolveram a atividade com os idosos, destacam esta modalidade como uma ?atividade lúdica de socialização que íntegra, tanto os participantes como a torcida?.
Para Coordenadora Social da Fundação Assis Gurgacz, Prof. Salete Chrun é uma atividade ímpar que envolve as pessoas de ambos os sexos, sem procedência de idade. Os tempos mudaram a forma de envelhecer também, com autonomia, qualidade de vida e a pratica de esporte estimula longevidade.
Os vencedores do 4º torneio de bocha campeira de quilômetro:
1º Lugar: Deonila Curbani e José de Souza, do grupo CEU
2º Lugar: Elias Pedroso e Olindina Costa, do Instituto Alfredo Kaeffer
3º Lugar: Ivo Domingo e Gervásio Carbonera, da Unimed.
4º Lugar: Alzira da Luz e Francisca Ferreira, do CRAS Interlagos.
5º Lugar: Amado Janner e Selivio Friz, da Fundação Assis Gurgacz.




Para celebrar o dia do padroeiro da FAG, idosos participam de cantata
Grupo da Fundação Assis Gurgacz também comemorou o Dia do Idoso com coquetel e bingo
Na última semana a Fundação Assis Gurgacz comemorou o dia do seu padroeiro São Francisco de Assis, com os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz. A turma participou de uma cantata franciscana em ação de graças, que aconteceu na Capela de São Francisco, no campus da FAG. Em seguida, foi à vez de celebrar o Dia do Idoso, com coquetel e bingo.

A coordenadora do programa, professora Salete Chrun, destaca que o Brasil caminha para se tornar um país de população majoritariamente idosa. "Segundo dados do IBGE, o número de pessoas com 60 anos ou mais será maior que o grupo de crianças com até 14 anos em 2030 e, em 2055, a participação de idosos na população total será maior que a de crianças e jovens com até 29 anos, pensando nisso a Fundação atende essa parcela da população, com o objetivo de melhorar sua qualidade de vida, para que ele envelheça com dignidade", afirma Salete.




FAG promove projeto de qualificação profissional para adolescentes
Batizado de MIRIM FAG, o projeto proporciona aos filhos dos colaboradores, cursos gratuitos, na área administrativa
Um projeto da Fundação Assis Gurgacz, com foco na qualificação, está contribuindo para a formação profissional de 60 adolescentes, entre 13 e 17 anos. As atividades, que começaram na última semana, acontecem no contraturno escolar.

Batizado de MIRIM FAG, o projeto proporciona aos filhos dos colaboradores, cursos gratuitos, na área administrativa. São quatro módulos, sendo: Orientação para o Primeiro Emprego; Formação e Cidadania; Informática Básica; e Automação de escritório, totalizando 36 horas.

De acordo com a coordenadora do projeto, professora Salete Chrun, a ação visa à formação de adolescentes que "se tornem cidadãos capazes de agir de modo ético, tendo conhecimento de seus direitos e obrigações na sociedade", propõe.




Idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz comemoram as bodas do c
A Fundação Assis Gurgacz, parabeniza o casal, Francisco Fialho e Wilza Helena Fialho pelas suas bodas de ouro, realizadas no mês de setembro. O casal residem em Cascavel desde 1967, tem 3 filhos, 4 netos e participam ativamente no grupo da terceira idade do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz.
Comemorar 50 anos de casado é uma dádiva de Deus. Como exemplo do amor, compreensão e fidelidade, afinal de contas são cinquenta anos, cinco décadas de dedicação, carinho e muita luta que fizeram deste casal duas pessoas que descobriram um no outro o que há de mais belo, a união, a entrega, a vivência de um para com o outro.
Para o Francisco Fialho o casamento para dar certo é preciso ter paciência, muito diálogo, compreensão para que dure a vida toda. ?Isso é possível sim, se souber olhar outro como amigo, companheiro, parceiro para todas as horas boas ou difíceis, porém sempre com muito, respeito, diálogo e o tempero perfeito o amor?. Ainda para Fialho ?hoje alguns casamentos não dão certo, principalmente por falta de diálogo e a independência individualizada do casal?.

Ao observar este casal de fato a poesia toma um sentido mais amplo e fica fácil acreditar que amor existe. Parabéns! Felicidades recebam nosso carinho e as benções do Senhor para continuar esta linda união. Destaca a coordenadora Prof. Salete Chrun.




Minicurso de Primeiros Socorros
Idosos e Colaboradores da Fundação Assis Gurgacz, recebe treinamento do Curso de enfermagem da FAG, sobre Primeiros Socorros.
Na data de 10 de setembro foi promovido, no Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, um treinamento sobre os primeiros socorros, com os acadêmicos do 8° e 6° período de enfermagem da FAG.
Com a participação dos funcionários do Setor Social, dos idosos e de alunos do Programa de Aprendizagem profissional. Foram trabalhadas as noções básicas de pulsação, verificação de consciência, convulsão, desmaio, queimadura, engasgamento, parada cárdica, respiratória e massagem toráxica. Com objetivo de sanar dúvidas e realizar exercícios práticos com os participantes.
O treinamento foi de suma importância para todos, pois desta forma aprenderam a se portar frente às situações de emergência.




Idosos recebem visita do grupo da 3º idade do Ceu.- Centro de Artes e esportes u
Nesta segunda-feira dia 08 de setembro, os idosos da Fundação Assis Gurgacz, receberam a visita do grupo da terceira idade do Ceu, com atividades lúdicas, passeio pela trilha ecológica, visita a capela de São Francisco de Assis, viveiros de pássaros, atividade de alongamento e relaxamento, e por fim os nossos visitantes aprenderam a jogar a tradicional bocha campeira. Esta visita foi de grande valia, pois possibilitou aos idosos estabeleceram laços de amizade e de convivência, além aprender novos conhecimentos, praticar esporte demonstrando suas habilidades e jovialidade.




Idosos do Centro de Convivência Nair Gurgacz participaram da festa do morango.
No dia 05 de setembro, os idosos da Fundação Assis Gurgacz, participaram da festa do morango, realizada no clube dos Subtenentes do Exército. Foram recebidos com muita alegria e se integraram nas atividades realizadas na tarde do idoso, participando do concurso da vovó e vovô moranguinho, assistindo a outras apresentações como a do coral da FAG, além de apreciarem as delícias feitas com a fruta tema da festa!







Mc Dia Feliz
A Fundação Assis Gurgacz aderiu à campanha e distribuiu Mc Lanches, para os participantes dos programas sociais: Convivência e Fortalecimento de Vínculo para Pessoa Idosa e para o Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz.




Minicursos sobre Relações Humanas e Atendimento ao Público estimulam Aprendizes
Na data de 30 de agosto, foi realizado, na Fundação Assis Gurgacz, um minicurso sobre Relações Humanas para os 150 aprendizes do Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz. Acadêmicos do 8º período do curso de Psicologia e a coordenadora do Programa, Salete Chrun, ministraram minicursos dando ênfase à comunicação, motivação e atendimento ao cliente.
Com o objetivo de aperfeiçoar a prática comunicacional dos aprendizes, durante o minicurso foram trazidos temas como postura no trabalho, apresentação pessoal, vocabulário adequado para o ambiente profissional e relacionamento com colegas de equipe. Os aprendizes demonstraram interesse pelo conteúdo apresentado e esclareceram dúvidas relativas ao assunto.
Outro aspecto trabalho foi à motivação pessoal dentro do espaço profissional. Os palestrantes mostraram aos jovens que, para desenvolver um bom trabalho, é necessário estar comprometido e interessado na área de atuação, pois um profissional motivado tem mais chances de ser bem-sucedido.
Quanto ao atendimento ao cliente, a coordenadora Salete Chrun frisou a importância dos princípios fundamentais para o bom atendimento, a cordialidade, confiabilidade, empatia, simpatia, flexibilidade e a motivação, buscando sempre aprender novos conteúdos e enfrentar desafios para solucionar os problemas dos clientes.
Quanto ao atendimento telefônico, ser prestativo, cordial, gentil e demonstrar segurança ao passar informações pelo telefone, para transmitir credibilidade ao cliente. Os jovens foram questionados sobre em quais situações poderiam aplicar os conhecimentos obtidos através das palestras e responderam satisfatoriamente a eles.




Paja participa de minicursos sobre Recursos Humanos e Direitos Trabalhistas
No último sábado, dia 26 de julho, foram realizadas duas palestras para a turma do segundo semestre do curso Jovem Aprendiz (PAJA) da Fundação Assis Gurgacz (FAG). Ministradas pelos profissionais de Recursos Humanos Tatiane Volff da Silva e pelo Advogado Trabalhista Adroaldo Carniel, com objetivo de ampliar a visão empresarial dos aprendizes.
A profissional de Recursos Humanos, Tatiane, iniciou o trabalho abordando temas relacionados à apresentação pessoal de um candidato à vaga de emprego: vestuário adequado, comportamento durante uma entrevista de emprego e elaboração de um currículo ideal. Além disso, a profissional aplicou uma dinâmica que visava ao trabalho em equipe, simulando a realidade do dia a dia empresarial.
Após o intervalo, os jovens assistiram à segunda palestra, com o Advogado que apresentou as leis trabalhistas. Tais direitos foram separados em alguns tópicos como a insalubridade, periculosidade, salário décimo terceiro, férias e rescisão contratual. O palestrante abriu espaços para perguntas e questionamentos sobre esses direitos, desconhecidos até então pelos jovens.
A última palestra foi encerrada ao meio dia e, no final, os adolescentes agradeceram pela oportunidade que tiveram de conhecer as leis que dão base para a jornada de trabalho. Palestras como essas incentivam os jovens, que se sentem confiantes por conhecer a lei que os respalda no trabalho. Assim, as tarefas são cumpridas satisfatoriamente, beneficiando tanto o aprendiz quanto a empresa.




CENTRO DE CONVIVÊNCIA NAIR VENTORIN GURGACZ
A Fundação Assis Gurgacz implantou o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, em 2005, com a finalidade de acolher pessoas idosas que vivem em condição de vulnerabilidade social. Para atendê-las, desenvolveu um Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que visa resgatar a cidadania, a melhoria da qualidade de vida, a geração de renda e promover a inserção social. Atende atualmente a 100 idosos de ambos os sexos, acima de 60 anos, de segunda a sexta-feira, em período integral.

A proposta pedagógica é constituída de projetos multidisciplinares, com eixos temáticos de cidadania, saúde, cultura, educação, sexualidade, tecnologia, arte, esporte e lazer. Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um Centro de Convivência, uma Academia de Ginástica, um Ginásio Poliesportivo, Salas de Aula, Laboratórios de Informática, Fisiologia e Farmacologia, Auditório e trilha ecológica.

Para atender aos beneficiados a Fundação coloca a disposição uma Coordenação Administrativa e Pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música. Durante o período de 2005 a 2012, a Fundação acolheu e proporcionou o fortalecimento de vínculos sociais de estimados 900 idosos.




BOCHA CAMPEIRA
O Projeto iniciou suas atividades em 2011, com a finalidade proporcionando um momento recreativo e diferenciado para as pessoas idosas que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz, visando à integração e a socialização e o gosto pela modalidade esportiva. Atende 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência através de campeonatos.
Com uma proposta pedagógica a ser realizado em três etapas:
1ª etapa: um período preparatório de treinamento coletivo destinado para aprendizagem sobre a bocha campeira.
2ª etapa: será realizado de forma individual para o exercício da prática através de formação de duplas e trios.
3ª etapa: participação em campeonatos internos e torneios externos com a comunidade desta faixa etária.
Possui uma estrutura física administrativa, pedagógica, sala de aula, campo de futebol e Centro de Convivência.
Tem um recurso humano constituído de professor de Educação Física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2011 a 2012 já realizou dois campeonatos de bocha campeira com 200 pessoas acima de 60 anos.
Democratização do acesso ao jogo de bocha campeira e fortalecimentos de vínculos entre esta faixa etária.




PROJETO ESPORTIVO E RECREATIVO INTEGRADO PARA A 3ª IDADE
O Projeto iniciou suas atividades em 2003, com a finalidade proporcionar atendimento para as pessoas idosas tanto no aspecto biológico, quanto no aspecto social e psicológico, oportunizando também experiências e conhecimentos técnicos científicos para os acadêmicos do curso de Educação Física da Faculdade Assis Gurgacz FAG, desenvolvendo atividades físicas, recreativas, esportivas e motivacionais para pessoas idosas, promovendo o bem estar social e qualidade de vida.
As ações do projeto são realizadas semanalmente, com uma proposta pedagógica constituída de atividades de aquecimento e alongamento jogos recreativa, atividades rítmicas e expressivas e esportes adaptados como voleibol, basquetebol, handebol, futsal, tênis, tênis de mesa, peteca, e atividades de relaxamento, com professores e acadêmicos do curso de Educação Física, da Faculdade Assis Gurgacz-FAG.
Possui uma estrutura física, administrativa, pedagógica e técnica, ginásio poliesportivo, academia e sala de aula.
O projeto já atendeu no período de 2003 a 2012 cerca de 1050 idosos. Sendo que iniciou suas atividades com 50 participantes em 2004 e esta sendo executado até hoje, atendendo 100 idosos anualmente.
Deste forma garantindo a democratização do acesso a qualidade de vida e ao bem estar social.




JOGOS DE MESA
O Projeto de jogos mesa teve início 2005, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorim Gurgacz promovendo a socialização e a interação entre os idosos. Pois os jogos de mesa são excelentes ferramentas que constrói e exercita a paciência, aumenta atenção e concentração, desperta a curiosidade, aguça a imaginação, ameniza a ansiedade, promove também o respeito, a tolerância e tem caráter lúdico e prazeroso.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
O Projeto é realizado em três etapas:
1ª etapa: um período preparatório de treinamento coletivo destinado para aprendizagem sobre dos jogos de mesa.
2ª etapa: prática através de formação de duplas e quartetos.
3ª etapa: participação em campeonatos internos e torneios externos com a comunidade desta faixa etária.
A estrutura física é constituída em um e Centro de Convivência e sala de aula.
O recurso humano composto por professor de Educação Física, acadêmicos, educador social.
No período de 2005 a 2012 já foram atendidos 1.000 idosos, democratizando o acesso aos jogos de mesa e fortalecendo vínculos entre esta faixa etária, exercitando a memoria e retardando o envelhecimento.




TREINAMENTO DE FORÇA PARA IDOSO MUSCULAÇÃO
O Projeto de treinamento de força musculação teve seu início 2003, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorim Gurgacz, oferecendo treinamento de força, aumentando as capacidades funcionais, a diminuição de sobrepeso e obesidade, aumentando a massa muscular e a força, fortalecendo tendões e ligamentos, melhora da postura, fortalecimento do músculo cardíaco, diminuição do estresse e independência para realização das atividades cotidianas e retardando o processo degenerativo do envelhecimento humano.
Para um público de 100 pessoas acima de 60 anos.
O Projeto se pauta no sistema de periodização de treinamento, com a finalidade de desenvolver avaliações físicas, identificando o perfil biológico do grupo e a prescrição de exercícios físicos respeitando suas individualidades.
Composta por uma estrutura física com uma academia, ginásio poliesportivo, laboratório de fisiologia, sala de aula e Centro de Convivência.
O recurso humano constituído de professor de Educação Física, acadêmicos, educador social.
No período de 2003 a 2012 já foram atendidos 1.100 idosos, democratizando o acesso ao exercício físico orientado gratuitamente, a melhoria da qualidade de vida da pessoa idosa e a independência ao realizar atividades da vida diária.




CORPO EM MOVIMENTO - CAMINHADAS ORIENTADAS.
O Projeto Corpo em movimento Caminhadas orientadas teve seu início em 2003, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorim Gurgacz, proporcionando a prática de atividade física, prevenindo as doenças decorrentes da falta de exercícios, visando à redução do estresse, da tensão e ansiedade, melhorando a autoestima, o condicionamento físico, a circulação sanguínea e o fortalecimento do músculo cardíaco.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos.
O projeto iniciou com 50 pessoas idosas e atualmente atende 100 participantes, realizado duas vezes por semana, com uma proposta pedagógica constituída de atividades de aquecimento e alongamento, em seguida os participantes são divididos em dois grupos:
GRUPO 1: Realiza a caminhada de aproximadamente 25 á 30 minutos no percurso longo, sem intervalos para descansar e recuperar.
GRUOP 2: Realiza a caminhada de aproximadamente 25 á 30 minutos, em um percurso em curto de ida e volta pelo mesmo trajeto, com intervalos para realizar exercícios de relaxamento dinâmicos para diminuir a frequência cardíaca.
Os grupos são divididos de acordo com a distância percorridos no teste de caminhada (6 minutos) e patologias. Realiza-se também o controle da frequência cardíaca, mensurada antes e após a caminhada, ao final é realizado atividades de relaxamento, com professores e acadêmicos do curso de Educação Física, da Faculdade Assis Gurgacz-FAG.
Composta por uma estrutura física de uma trilha ecológica, Centro de Convivência e ginásio poliesportivo.
Possui um recurso humano constituído por professor de Educação Física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2003 a 2012 já foram atendidos 1.100 pessoas idosas, democratizando o acesso a uma atividade física orientada gratuitamente, contribuindo para o envelhecimento ativo e saudável.




FESTIVAL DE MÚSICA PARA 3ª IDADE FESTFAG 6ª EDIÇÃO
O Festival de Música para 3ª Idade, a finalidade de resgatar a identidade da pessoa idosa, oportunizando a troca de experiências e o desenvolvimento das habilidades musicais, criando um espaço para revelação de talentos e a realização de sonhos, estimulando a participação desta população nos Programas Sociais oferecidos pelas Prefeituras municipais e pelas demais Entidades Governamentais e não Governamentais.
O público alvo do festival são pessoas acima de 60 anos de idade que participam dos Programas Sociais das Entidades Governamentais e não Governamentais.
O festival de música é realizado anualmente, em duas categorias de Interpretação e composição, de modo individual ou grupal.
Serão pré-selecionadas 20 músicas, sendo 10 de cada categoria; por profissionais da área.
Os participantes do festival serão avaliados por uma mesa julgadora composta por profissionais que são referências em relação aos quesitos a serem julgado para a contagem dos pontos.
O Festival será realizado nos dias 29, 30 E 31 de outubro de 2013.
Serão premiados os participantes que forem classificados do primeiro ao quinto lugar de cada categoria.
As 10 melhores composições serão gravadas em um CD compacto e entregue aos participantes.
Os três melhores concorrentes de cada etapa do festival receberão troféu DESTAQUE, (presença de palco, desenvoltura, comunicação com o público), realizada a escolha pelo público presente.
Os vinte participantes nas duas categorias receberão troféu PARTICIPAÇÃO (Incentivo, estimulação, valorização da participação e o uso das camisetas do festival).
O Festival de Música é realizado conforme o regulamento já instituído nas edições anteriores.
Possui uma estrutura física, administrativa e pedagógica com sala de aula, Centro de Convivência e auditório.
Possui um recurso humano constituído de professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo, produtor, diretor musical/arranjador, banda de apoio, coordenação geral, assistente de produção, jurados, assistente de produção, apresentador.
O Festival já se encontra na sua 6ª edição, com um público estimado de 30.000 (trinta mil) Pessoas idosas por edição, acima de 60 anos de todas as camadas sociais, de ambos os sexos, da Região Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).
Resgatar a identidade da pessoa idosa na sociedade e disseminar a cultura e a realização de sonhos.




ARTES NA 3ª IDADE
O projeto de artes multidisciplinar vem sendo de promovido desde, 2005, com a finalidade oportunizar o teatro a dança e música para pessoas idosas, possibilitando a expressão, interpretação, composição, representação e criação, estimulando a concentração, a memoria, a auto estima, a socialização a criatividade e preservação da saúde física, emocional e mental, desenvolvendo a expressão corporal, artística e lúdica a pessoa idosa.
Com um público alvo de 100 idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz.
A proposta pedagógica se constitui de trabalhos coletivos e individuais, com atividades que permeiam os eixos da arte como o teatro, a música e a dança, através de pesquisas, estudos dirigidos, ensaio e apresentações artísticas.
Como uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um auditório, sala de aula, ginásio poliesportivo e Centro de Convivência.
Recurso Humano constituído de professor de música, professor de educação física, pedagogo, professor de artes plásticas, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2005 a 2012, já foram atendidas 1.000 pessoas acima de 60 anos, realizando a Inclusão social e fortalecimento de vínculos afetivos emocionais.




CORAL HARMONI/FAG
O Projeto de coral Harmoni-FAG teve início 2005 e é praticado até hoje, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorim Gurgacz, estimulando a expressão musical e as emoções como uma linguagem privilegiada através da qual os seres humanos se comunicam entre si, proporcionando o crescimento intelectual, musical e cultural do idoso, experiências, o potencial criativo e produtivo.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
O projeto é realizado uma vez por semana, com uma proposta pedagógica constituída de atividades que trabalham o timbre, a entonação e a participação sensível e corporal presentes no ato de cantar. As aulas também serão compostas por estudos teóricos musicais e instrumentais, tais como violão e flauta.
Estrutura Física é constituída de administrativa e pedagógica, com auditório, sala de aula e Centro de Convivência.
O recurso humano se constitui de professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período 2005 a 2012, já foram atendidos 1.000 idosos, encantando, levando alegria e mexendo com as emoções das pessoas na sociedade.




BAZAR SOLIDÁRIO DA VOVÓ
O projeto vem sendo desenvolvido desde 2005, com a finalidade de oportunizar a geração de renda para os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, que contribuirá no orçamento dos idosos, visando à melhoria da qualidade vida e a inserção social.
Com um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos idade do Centro de Conivência.
A proposta se constitui de cursos de capacitação, com pesquisas, palestras, estudos dirigidos, oficinas multidisciplinares e prática de produção de artesanatos, com o resultado desta prática são realizadas exposições periodicamente do bazar conforme a demanda e oportunidade.
Com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com sala de aula, Centro de Convivência e um espaço para exposição do bazar.
Recursos Humanos constituídos de coordenador, professor de arte, pedagogo, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período 2005 a 2012, já atendeu 1.000 pessoas acima de 60 anos, oportunizando a geração de renda e produtividade dos idosos.




ECO REFLEXÃO - CELEBRAÇÃO DA MISSA SERTANEJA UNIVERSITÁRIA
A missa sertaneja teve a sua 1ª edição em 04 de outubro 2012, dia do Padroeiro São Francisco de Assis, com a finalidade de refletir sobre a preservação ambiental e homenagear o patrono dos animais e da natureza e Padroeiro da Fundação Assis Gurgacz, o dia do Engenheiro Agrônomo e do Médico Veterinário, além de valorizar o homem do campo, a cultura tradicional do sertanejo e o do agropecuarista, celebrando também o alimento por estes produzidos, fortalecendo a identidade com a comunidade, com parceria dos colegiados de Agronomia e Medicina Veterinária da Faculdade Assis Gurgacz - FAG.
Com um público alvo de diretores, coordenadores, funcionários, professores, acadêmicos e familiares da Faculdade Assis Gurgacz, participantes dos programas sociais da Fundação Assis Gurgacz (adolescentes, idosos e familiares) e comunidade.
A proposta continha uma litúrgica especial sobre a cultura do homem sertanejo, formada em grande parte por paródia de músicas sertanejas de raiz, berrante, com ensaio de música, preparação do coral, decoração temática, preparação de ofertas voltadas a produção homem do campo, benção, procissão e distribuição do pão de são Francisco de Assis aos participantes da celebração.
Com uma estrutura física, administrativa e pedagógica com um ginásio poliesportivo, sala de aula, Centro de Convivência, hospital veterinário.
Possui um recurso humano constituído de Coordenador geral, coordenadores dos cursos, professor de música, acadêmicos, educador social, auxiliar administrativo, coral, tocador de berrante, equipe litúrgica, Padre, animador, comentarista.
A sua 1ª edição ocorreu em 2012 e teve um público estimado de 1.000 participantes.
Participação da família na vida acadêmica, valorização do campo e integração acadêmica com a sociedade.




FESTA JUNINA
O Projeto de Festa Junina teve início 2005 e é praticado até hoje, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz, visando integração dos idosos e promoção do conhecimento da cultura folclórica e dos costumes regionais.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
A proposta pedagógica é constituída por pesquisas, ensaios, confecção de decoração temática, conhecendo e cantando canções de festa junina e realizando apresentações coreográficas temáticas internas e externas, com a participação dos idosos na organização e na execução da festa junina.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com sala de aula, laboratório de informática, quadra de esporte e Centro de Convivência.
Possui um recurso humano constituído de professor de música, professor de educação física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2005 a 2012, já foram atendidos 1.000 idosos, nesta atividade, oportunizando cultura e interação social.




CAPACITAÇÃO PARA TRABALHAR COM A 3ª IDADE
O projeto de capacitação para trabalhar 3ª idade foi implantado em 2005 a 2007 com a finalidade de atender os serviços governamentais e organizações não governamentais do município de Cascavel e região, oportunizando aos coordenadores, líderes e leigos, um aprofundamento teórico e prático sobre a 3ª idade, nos aspectos biológicos, psicológicos, sociais e culturais.
Com um público alvo de líderes comunitários, coordenadores da 3ª idade, acadêmicos, professores, agentes de pastorais, voluntários, conselheiros de Assistência Social, Conselheiros do idoso, Secretários de Assistência social, dirigentes socais comunitários e coordenadores de organizações governamentais e não governamentais.
A proposta pedagógica do curso de capacitação contém 148horas de aulas teóricas e práticas, com duração de 4 meses, com 30 alunos por turmas, através de 3 módulos Vida e Saúde na 3ª idade, Educação/Assistência Social e Comunicação e Arte na 3ª idade, dinâmicas de práticas sociais. Após o término do curso os participantes foram certificados.
Estrutura Física, administrativa e pedagógica com sala de aula, laboratório de informática, auditório, quadra de esporte e Centro de Convivência.
Com recursos humanos constituído de um corpo docente de doutores, mestres e especialistas e profissionais de áreas específicas, como coordenador, nutricionista, assistente social, psicólogo, pedagogo, enfermeira, Administrador, fisioterapeuta, Sociólogo, Prof. de Artes, professor de Educação Física, Professor de dança, professor de teatro, professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo, com parceira da Faculdade Assis Gurgacz.,
O período 2005 a 2007, foram realizadas 2 turmas com 30 alunos cada.
Referencial de atendimento na 3ª idade em Cascavel e da Região Oeste do Paraná.




FORMAÇÃO E CIDADANIA
O Projeto de formação e cidadania surgiu em 2003, visa resgatar a cidadania, o pleno desenvolvimento do ser humano, promovendo crescimento social, conhecimento sobre os direitos fundamentais, direitos socioambientais, direitos à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade de direitos, direitos civis, políticos e sociais.
O Projeto também destaca os deveres e responsabilidades do cidadão frente à sociedade, pautado em princípios éticos, o respeito mútuo, solidariedade, justiça, não-violência/uso do diálogo, acolhimento do outro com suas diferenças, potencialidades e dificuldades.
Atende 100 idosos acima de 60 anos e 150 adolescentes de 14 a 18 anos incompletos, de ambos os sexos que se encontram em vulnerabilidade social na comunidade.
As ações pedagógicas são constituídas por curso multidisciplinares, desenvolvendo os eixos temáticos: cidadania, ética, meio ambiente, saúde, cultura e educação, sexualidade, tecnologia, arte, esporte e o lazer, com fins sociais e culturais.
Possui uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um centro de convivência, salas de aula, laboratório de Informática, auditório.
Com um recurso humano constituído por uma coordenação Administrativa, Pedagógica e Social, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e assistente social.
Já foram atendidos na sede da Fundação 2.000 adolescentes e idosos de ambos os sexos, para resgatar a promoção humana em tempo de exclusão social e desumanização do homem.




A ARTE DE BEM ENVELHECER
O Projeto Arte de bem envelhecer teve início 2003 a 2012, com a finalidade de atender idosos dos Programa Ação Integrada pela Cidadania, mantido pela Fundação Assis Gurgacz, visando a discussão sobre o envelhecimento nos seus aspectos físicos, emocionais e sociais, buscando promover a qualidade de vida e saúde mental dos participantes do programa, um público de 100 pessoas idosas acima de 60 anos de idade.
As atividades são desenvolvidas em encontros semanais de forma grupal e individual, com palestras, dinâmicas de grupo, teatrais e lúdicas, com profissionais e acadêmicos do curso de Psicologia da Faculdade Assis Gurgacz.
Possui uma estrutura física, administrativa, pedagógica com sala de aula, auditório e Centro de Convivência.
O recurso humano é constituído de Coordenador, psicólogo, pedagogo, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
O projeto já atendeu 1.200 pessoas idosas, no período 2003 a 2012, garantindo conhecimento sobre o envelhecimento e auto aceitação.




PROJETO DE ASSESSORIA JURÍDICA POPULAR - CAJUP
O Núcleo de Prática Jurídica da FAG (NPJ) iniciou as atividades em 2005, com a finalidade de atender a comunidade carente por meio de Assistência Judiciária Gratuita, visando à solução dos conflitos nas áreas da família, civil, criminal, juízo especial e atendimentos comunitários, previdenciários e penitenciários, além de oferecer apoio psicológico.
O público alvo é jovens, adultos e idosos da comunidade que vivem em situação de vulnerabilidade social.
O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min.
Possui uma estrutura física própria, localizada na Avenida Tancredo Neves, nº 131, e conta com suporte administrativo e pedagógico, sobre supervisão de professores e advogados.
O Programa já realizou no período de 2005 a 2012, aproximadamente 13.266 atendimentos gratuitos para a comunidade. Mensalmente atende, em média, 50 casos judiciais, entre nomeações, atendimentos da área cível, familiar e penal. Dessa forma, somam-se mais de 8 mil casos já atendidos desde a sua criação.
A democratização do acesso à assistência judiciária gratuita, para a população carente de Cascavel, também é uma importante ação de responsabilidade social que a FAG implantou.




PROJETO DE SAÚDE INTEGRADO
A Clínica foi instituída em 2004 com a finalidade de atender pessoas de camadas sociais vulneráveis, contribuindo para o bem-estar social das pessoas residentes na cidade de Cascavel e Região.
O público atendido são crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, que são encaminhados nas diversas áreas de especialidades: Fisioterapia Pediátrica, Neurologia, Ortopedia, Cardiorrespiratória, Hidrocinesioterapia, Uroginecologia e Obstetrícia, Terapia Manual, Nutrição, Psicologia, Fonoaudiologia, Estética e Cosmética, Farmácia, Enfermagem, Medicina e reabilitação física. A essas pessoas é ofertado um atendimento multidisciplinar e interdisciplinar nas respectivas áreas da saúde.
Possui uma estrutura com Clínica, laboratórios, sala de aulas, consultórios e área de atendimento ao público.
Seu corpo técnico é constituído de professores, coordenadores, técnicos, acadêmicos, assistente social, profissionais da saúde ou de áreas afins.
Desde 2004, a clínica de Saúde Integrada atende diariamente, em média, 300 pacientes entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, do munícipio de Cascavel e região.
Hoje já é um centro de referência no atendimento à comunidade na área de reabilitação, em Cascavel e na região Oeste do Paraná.
a) ATENDIMENTO NO CENTRO DE REABILITAÇÃO
b)ATENDIMENTO FISIOTERAPÊUTICO E PRAIDE
c) ATENDIMENTO DE ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL
d) ATENDIMENTO DE PSICOLÓGICO: CEMIC; APAE; CASM; CAPS-AD, ESCOLAS MUNICIPAIS E ESTADUAIS E À COMUNIDADE EM GERAL.
e) ATENDIMENTO DE FONOAUDIOLOGIA
f) ATENDIMENTO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA
g) ATENDIMENTO DE FARMÁCIA
f) ATENDIMENTO MÉDICO /AMBULATORIAL
F) ATENDIMENTO DE ENFERMAGEM




ESPORTE ADAPTADO COMO MOTIVADOR PARA REABILITAÇÃO FISICA.
O PROJETO surgiu em 2005, partindo do conceito de que a cidadania se sedimenta e as conquistas sociais avançam, torna-se necessário uma maior autonomia para pessoas com necessidades especiais, como direito universal do ser humano e do principio que todos têm um papel preestabelecido a ser exercido na sociedade.
O programa de atender jovens e adultos com a finalidade de realizar a inclusão social e a recuperação no tratamento fisioterapêutico através de atividades esportivas recreativas, como forma de agente motivador no atendimento na clínica de fisioterapia da FAG, com apoio de profissionais de educação física, nutrição e psicologia, para buscar a mobilização e integração da pessoa com necessidades especiais, através de atividades físicas.
A proposta pedagógica do programa é constituída de dança, por uma equipe multidisciplinar desenvolvido por profissionais da área e acadêmicos colaboradores da Faculdade Assis Gurgacz-FAG. Sendo três vezes por semana com duração de 8(oito) horas semanais, dividido em atividades de basquetebol, musculação, fisioterapia e acompanhamento psicológico e nutricional,
Conta com um ginásio poliesportivo, academia, laboratório de fisiologia, oferece ainda o equipamento cadeira de rodas, para facilitar a locomoção dos beneficiários.
Foram atendidas duas equipes compostas de 12 atletas cadeirantes, no período de 2005 a 2006, possibilitando a democratização do acesso ao esporte, a superação de limites e minimizando preconceitos.




AÇÃO INTEGRADA PELA CIDADANIA
O Programa teve seu início com atividades integradas, com a finalidade de oferecer projetos sociais gratuitamente à comunidade, atendendo Crianças e adolescentes na faixa etária de 7 (sete) a 14 (quatorze) anos, a família, pessoas com necessidades especiais e idosos da comunidade que se encontram em vulnerabilidade social, com objetivo de resgatar a cidadania, as atitudes éticas pelo compromisso social, a inserção no ambiente sociocultural e pela participação em vivências comunitárias, o ingresso no mercado de trabalho pela formação e/ou requalificação profissional e a geração de emprego e renda pela participação em empreendimentos coletivos.
O programa tem um caráter formativo que pressupõe a superação do trabalho meramente assistencialista. As suas ações são pautadas de acordo com a LOAS - Lei Orgânica de Assistência Social, que em seu art. 2º destaca à proteção à família, à infância, a adolescência, a velhice, às pessoas com necessidades especiais e a promoção da integração ao mercado de trabalho, visa o enfrentamento da pobreza e a universalização dos direitos sociais.
A proposta pedagógica é constituída de projetos multidisciplinares, com núcleos de cidadania, formação educacional e profissional, saúde, meio ambiente, tecnologia, família, sexualidade, cultura, esporte e lazer e qualidade de vida.
Possui uma Estrutura Física, administrativa e pedagógica, com salas de aula, laboratório de Informática, laboratório de farmacologia, laboratório de fisiologia, centro de convivência, academia, brinquedoteca, auditório e ginásio poliesportivo.
Recursos humanos especializados, composto de professores multidisciplinares, coordenação, acadêmicos, educador físico, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música em parceria com a Faculdade Assis Gurgacz.
A sua abrangência atinge todos os bairros do município de Cascavel e prioritariamente os que se encontram no entorno da Fundação, como Santo Onofre, Santa Cruz, Paulo Godoy, Aclimação, Esmeralda Jardim Palmeiras, Santo Dumont, Coqueiral, Alto Alegre e Parque Verde
Projetos Integrados:
- Recriando: Crianças e Adolescentes - Formação, recreação e lazer;
- Reviver I: FAG da Melhor Idade: Inclusão social - pessoas acima de 50 anos;
- Reviver II: FAG da Melhor Idade: Promoção e prevenção da saúde - pessoas acima de 60 anos:
- Reviver III: FAG Fazendo diferença: Inclusão social - pessoas com necessidades especiais.
Durante o período de 2002 a 2012 realizou a inclusão social de 1.200 idosos, 600 adolescentes na qualificação profissional e 400 crianças e adolescentes na formação e Cidadania no contra turno.




FESTIVAL CULTURAL DE ARTES INTEGRADAS DA 3º IDADE




PROGRAMA DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL: JOVEM APRENDIZ-PAJA
PEQUENAS AÇÕES, GRANDES PROFISSIONAIS
A Fundação implantou em 2009 o Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz, com a finalidade de desenvolver cursos na área Administrativa e de Tecnologia gratuitamente, para 150 adolescentes de 14 (quatorze) a 18 (dezoito) anos incompletos, de ambos os sexos, visando à iniciação profissional, o ingresso no mercado de trabalho e a inserção social, tendo como prioridade o atendimento ao público que se encontra em situação de risco social, que frequentem o Ensino Regular e/ou Ensino Médio das escolas públicas ou privadas.
O Programa é desenvolvido em 2 (dois) anos, com uma carga horária de 2.116 h/a, sendo 580h/a teóricas e 1.536 práticas, ministrado de 2ª a 6ª feira no período de matutino e vespertino e aos sábados no período matutino, para atender as empresas conveniadas.
A proposta pedagógica é constituída de forma multidisciplinar, modular e diversificada:
1 Módulo Básico Preparatório: Formação e Cidadania,
2 Módulo Específico de Administração geral: Automação de Escritório, Noções Básicas de Administração, Contabilidade e Departamento de Pessoal.
3 Módulo de Aprofundamento na área Administrativa Empresarial e Tecnológica. Após a conclusão dos módulos os alunos recebem certificados.
4 Módulo de Tecnologia: Digitação, Windows, Word, Excel, Power point, internet e cursos específicos Adobe, InDesign Cs, Photoshop, Corel Draw e Ilustrador e Manutenção de Computadores.
Projetos com atividades diversificadas com a finalidade ampliar novos conhecimentos e habilidades, como diferencial na formação dos integrantes do programa.
- Formação e Cidadania,
- Língua Estrangeira: Inglês,
- Jovem Talento em SI,
- Comunicação Eficaz - Concurso de Oratória,
- Conhecendo as Profissões,
- Orientação vocacional.
Possui uma estrutura física com salas de aula, laboratório de Informática e auditório, além de um corpo técnico especializado, contendo coordenação pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo, professor de música e assistente social, com parceiras da Faculdade Assis Gurgacz.
Durante o período de 2009 a 2012 atendeu 600 adolescentes na formação cidadã e inserção no mercado de trabalho, através de convênios com as seguintes empresas:
- VK Comércio Ltda,
- Cooperativa de crédito de livre Admissão Cataratas do Iguaçu-SICREDI,
- JOTA ELE Construções Civis Ltda,
- VIAÇÃO NOVA INTEGRAÇÃO Ltda,
- UNESUL de Transportes,
- Amazônia Publicidade Ltda-GTV TV por assinatura,
- HOSPITAL SÃO LUCAS de Cascavel Ltda.
- EUCATUR-Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo Ltda,
- MAGAZINE LUIZA S/A,
- LOJAS COLOMBO S/A,
- B4 Construções Ltda,
- LUZZA E SOUZA Encomendas,
- Cooperativa Central Pesquisa Agrícola-COODETEC,
- Associação Comercial Industrial de Cascavel- ACIC,
- SICOOB-Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Cascavel e Região,
- Hércules Componentes Elétricos Ltda.,
- KHALLEB- hortifrutigranjeiros Ltda,
- ASSOCIAÇÃO DE EDUCAÇÃO FAMILIAR e Social do Paraná,
- CENTRO DE ONCOLOGIA Cascavel Sociedade Simples Ltda- CEONC,
- CONSTRUTORA Morar Bem,
- CONSILOS Industrial Ltda,
- DSR Soluções e Inteligência Logística Ltda,
- BIGOLIN Materiais de Construção Ltda,
- TECH ART-Comércio de Equipamentos Elétricos Ltda,
- STOPETROLEO S/A- Comércio de Derivados de Petróleo
- J.J 200 Transportes Ltda,
- ASGEL - Assis Gurgacz Empreendimentos Ltda,
- UNIPRIME Oeste do Paraná Ltda.
- Rodovia das Cataratas S/A - ECOCATARATAS .




CENTRO DE CONVIVÊNCIA NAIR VENTORIN GURGACZ - PROGRAMA DE CONVIVÊNCIA E FORTALE
A Fundação Assis Gurgacz implantou o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz em 2005 com a finalidade de acolher pessoas idosas que vivem em venerabilidade social. Para atendê-las, desenvolveu um Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que visa resgatar a cidadania, a melhoria da qualidade de vida, geração de renda e a inserção social.
Atende atualmente 100 idosos de ambos os sexos, acima de 60 anos, de segunda a sexta feira em período integral.
A proposta pedagógica é constituída por projetos multidisciplinares, com eixos temáticos de cidadania, saúde, cultura, educação, sexualidade, tecnologia, arte, esporte e lazer.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica. Com um centro de convivência, uma academia de ginástica, um ginásio poliesportivo, salas de aula, laboratório de Informática, fisiologia e farmacologia, auditório e trilha ecológica.
Para atender os beneficiados a Fundação coloca a disposição uma Coordenação Administrativa e Pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música.
Durante o período de 2005 a 2012 a Fundação acolheu e proporcionou o fortalecimento de vínculos sociais de estimados 900 idosos.




PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO SOLIDÁRIA
A Fundação Assis Gurgacz já vem contribuindo no processo de Alfabetização, desde 2000, quando atendeu ao Programa de Alfabetização Solidária/Brasil alfabetizado do Governo Federal, com a finalidade de possibilitar a formação a jovens e adultos dos Estados da Bahia, Piau, Espírito Santo, Pernambuco e Minas Gerais, contribuindo para a mobilização nacional e redução dos índices de analfabetismo no Brasil,
A proposta pedagógica do projeto Federal de Alfabetização Solidária foi desenvolvida durante sete anos, baseada nos pressupostos teórico/prático de Paulo Freire. As atividades foram realizadas no local de origem dos alunos, atendendo, prioritariamente, a áreas pobres, que possuem os maiores índices de analfabetismo definidos em ranking do IBGE, ou ofertada à formação na Instituição conveniada em Cascavel-Paraná.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com salas de aula e auditório da Fundação Assis Gurgacz, além de coordenadores, professores multidisciplinares, acadêmicos, estagiários, auxiliar administrativo, da Faculdade Assis Gurgacz.
O programa atendeu no período de 2000 a 2007 a um público de 16.400 alunos, sendo 9.010 alfabetizados e 7.390 professores capacitados como multiplicadores do Programa de Alfabetização Solidária, atuando em 14 municípios: Ibiracatu, Varzelandia, Encruzilhada, Socorro do Piauí, Pavussu, Alegrete, Belém, Rio Grande do Piauí, Socorro do Piauí, Ribeira do Piauí, Capitão Gervásio de Oliveira, São José do Egito, Brejinho e Goiana.
A Fundação contribuiu para erradicação do analfabetismo no País e para a melhoria das condições de vida dessas pessoas.





PROGRAMA PARANÁ ALFABETIZADO
O Programa Paraná Alfabetizado é uma ação do Governo do Estado do Paraná, desenvolvido em parceria com a Fundação Assis Gurgacz, com o objetivo de garantir a alfabetização aos idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz. As ações do programa estão pautadas na compreensão de que a leitura e a escrita são direitos elementares da cidadania. Desse modo, visa sensibilizar a população não alfabetizada nessa faixa etária a ingressar no universo da educação, superando o analfabetismo, principalmente, tratando-se das pessoas acima de 60 anos que frequentam o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz.
O Programa de alfabetização tem atividades teóricas e práticas, e é voltado para as necessidades dos idosos no seu dia a dia. O material pedagógico foi elaborado pelo Governo do Estado do Paraná, e o atendimento é realizado nas 2ª, 4ª e 6ª feiras, com duas horas de duração, totalizando 6 (seis) horas semanais. Após a conclusão do curso os alunos são certificados.
Possui uma estrutura administrativa e pedagógica, com salas de aula e Centro de Convivência da Fundação Assis Gurgacz.
Conta ainda com o apoio de coordenador pedagógico, professor, monitor social, da Fundação Assis Gurgacz e Secretaria Estadual de Educação.
O programa, no período de 2010 a 2012, atendeu a quatro turmas, totalizando 60 alunos idosos alfabetizados no município de Cascavel.
Essa ação facilita o acesso das pessoas idosas às suas ações diárias e contribui na erradicação do analfabetismo no município.