COPYRIGHT FUNDAÇÃO ASSIS GURGACZ 2012 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | RESOLUÇÃO M͍NIMA 1024x768 px

Miss e Mister Terceira Idade
O concurso Miss e Mister Terceira Idade Cascavel - PR, foi realizado no final de Agosto durante a 8ª edição do evento Felicidade do Idoso no Parque de Exposições. Ao todo, 27 casais participaram, desfilando com elegância, simpatia e energia. O concurso teve como objetivo a inserção dos idosos num espaço onde não existem preconceitos nem limites, que visa à integração social, a elevação da autoestima, a valorização pessoal e exercício da cidadania.

Para a escolha dos casais vencedores, os jurados deveriam analisar os seguintes critérios: Elegância, simpatia e desenvoltura. Apesar da disputa acirrada, o casal de amigos Evaldo Phillippus e Marly Wagner garantiram a vaga para representarem o Munícipio de Cascavel no concurso Miss e Mister Terceira Idade em Quatro Pontes no dia 26 de Outubro de 2019.

"Estou encantada com tudo isso, foi a primeira vez que pisei em uma passarela e me senti muito feliz, o concurso foi maravilhoso", destaca nossa Miss Terceira Idade, Marly Wagner de 68 anos.

Para o Mister Terceira Idade Sr. Evaldo Phillippus de 68 anos, o momento foi de muita alegria. "Esses momentos aqui são de muita realização e de felicidade", destaca.

O concurso também elegeu o segundo lugar a participante Sra. Neli Schwartz de 68 anos. "Não imaginava que ganharia o segundo lugar, foi uma experiência nova e magnifica", destaca.

"Foi tudo maravilhoso. Primeira vez que desfilo e fico emocionado por ganhar o segundo lugar", explica Sr. Jesus Poncio de 90 anos.

"Foi gratificante ver os idosos participando do concurso. Fiquei orgulhosa ao ver casais desfilando com brilho nos olhos, ativos e felizes, demonstrando toda a sua juventude, passando por uma experiência fantástica na passarela da vida", destaca a Coordenadora do Setor Social, da Fundação Assis Gurgacz, Profª Salete Chrun




LUZ, CELULAR E AÇÃO: Idosos participam de oficina de fotografia com celular
Na era da mobilidade e da tecnologia digital, a arte de fotografar ganha novos contornos. Os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, da Fundação Assis Gurgacz, participaram da Oficina de Fotografia Básica com Celular, ministrada pelo Curso de Fotografia - FAG com a acadêmica do 4º período Suelen Montanari.

Foco, enquadramento, exposição, luz e sombra são algumas das técnicas que foram trabalhadas com a terceira idade. O objetivo da oficina é incentivar a utilização dos celulares como ferramenta fotográficas. "Aproveitei as técnicas que aprendi no curso e as adaptei à câmera do celular. Os idosos puderam na prática aprender técnicas para produzirem imagens de qualidade, além disso, essa prática é objeto de pesquisa para a conclusão do curso", explica a acadêmica Suelen Montanari.

Para a Coordenadora do Setor Social, Profª Salete Chrun, a oficina trouxe novas descobertas, proporcionando conhecimentos técnicos para os idosos fotografarem, utilizando o celular como ferramenta, além de se transformar em um hobby divertido, resgatando os acontecimentos de sua vida, onde se sintam renovados e atualizados.

A participante Nazir Seminotti de 69 anos, aproveitou a oportunidade para aprender as técnicas, e poder aplicar no cotidiano. "Adorei a oficina, foi uma tarde de muito aprendizado, com essas técnicas será possível melhorar as fotos que eu tinha dificuldade em fazê-las"




Idosos retornam as atividades cheios de energia
Engana-se quem pensa que cabelos brancos significam que é hora de parar. Os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, da Fundação Assis Gurgacz, retornaram as atividades com muita alegria e animação. Os idosos participaram de Oficina Musical, juntamente com o coral HarmoniFAG, o qual contribui positivamente na qualidade de vida, no comportamento social, na expressão emocional nas funções cognitivas,como a capacidade de memorização, atenção e orientação espacial.

Para a Coordenadora do Setor Social,Profª Ms Salete Chrun, a música traz vários benefícios para a saúde. "Percebemos que quando a música está presente na vida dos idosos, além de aumentar a autoestima, mexe com as emoções e modifica a visão sobre a vida. Começam a prestar mais atenção nos pequenos detalhes que estão ao seu redor",relata.

Os idosos iniciaram o semestre com agitação, após o canto participaram de um campeonato de bocha campeira,realizado no campo. O torneio teve como objetivo a integração e a prática de exercícios de forma lúdica,possibilitando essa modalidade esportiva de fácil acesso a todos,como incentivo para a melhoria da saúde e igualmente proporcionando inúmeras atividades benéficas para os mesmos, como caminhada e o desenvolvimento mental e força.

Para a participante Sra. Marly Martins de 64 anos, acredita que ter atividades como estás motivam os idosos a terem uma vida mais saudável. "Se divertimos muito, hoje a terceira idade tem outro pique. O campeonato de bocha para mim não foi competição, mas sim uma brincadeira, da qual trouxe muita diversão", explica.

A coordenadora Profª Salete Chrun entregou a premiação para as duplas do 1º ao 4º lugar, que teve como vencedores:

1º Lugar: Luiz Orlando Martins de Oliveira e Marly Aurora Martins de Oliveira

2º Lugar: Oscar Roberto Frey e Liocate Fátima Vefago

3º Lugar: Natalio Bonifácio e Osmar José de Avila

4º Lugar: Antonio Sandro Sachet e Josias Merlo




13 anos da Lei Maria da Penha: Coordenadora do Setor Social - FAG é homenageada
Foi realizado nesta quarta - feira(7) na Câmara dos Vereadores o debate sobre os 13 anos da Lei Maria da Penha organizada pela Escola do Legislativo. Foram convidadas para mesa redonda a presidente do Conselho Municipal do Direitos da Mulher, professora e coordenadora do Setor Social, da Fundação Assis Gurgacz, Profª Ms Salete Chrun, a professora do Curso de Direito do Centro Universitário FAG e promotora da 15ª Promotoria da justiça Andrea Frias e também a delegada da Polícia Civil,Dra. Bárbara Strapasson, titular da delegacia da mulher. As três convidadas apresentaram dados e seus pontos de vista pessoais a partir da atuação profissional e concordaram quanto a necessidade de se ampliar as ações de educação como princípio fundante de uma sociedade em que a mulher não seja vítima de tanta violência.

A violência contra a mulher é fruto de uma evolução histórica, muitas vezes praticada por alguém do seu âmbito familiar, sendo um trágico quadro atual que vincula na sociedade devido à falta de informação e a conceitos socioculturais ainda enraizados. Atualmente nossa sociedade ainda é machista, ou seja, carrega a concepção de que o homem é superior a mulher e assim muitas mulheres se tornam refém da violência praticada. É nesse momento que a violência ocorre, violência essas oriundas de relação afetivadas - maridos/ex-maridos, companheiros/ ex- companheiros, namorados/ex- namorados.

Após o debate sobre o tema, o evento especial na Câmara dos Vereadores de Cascavel prestou homenagens a 10 mulheres que representam a sociedade civil organizada e a luta pelos direitos da mulher. Pela primeira vez em sua história, o Legislativo cascavelense, rendeu homenagem a mulheres que se destacaram na causa da igualdade para as mulheres nas mais diferentes esferas da vida comunitária. A profª Ms. Salete Chrun, estava entre as homenageadas. " Fico imensamente grata pelo reconhecimento do Presidente da Câmara Alessio Espinola. Que a mulher de fato precisa ser respeitada por todos, assegurando a dignidade enquanto ser humano, sem preconceito e discriminação em todos os sentidos, ou seja, a mulher precisa se empoderar cada vez mais e se fazer ouvir na sociedade. A mulher não se agride, se ama!",relata.

LEI MARIA DA PENHA

A conhecida Lei Maria da Penha, Lei 11.340, foi sancionada em 2006. Ela busca criar mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher e também determina que o poder público deve desenvolver políticas integradas para garantir os direitos humanos das mulheres no âmbito das relações domésticas e familiares, para resguardá-las de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

O nome da lei é uma homenagem a Maria da Penha Maia, uma farmacêutica bioquímica do Ceará, que foi agredida pelo marido durante seis anos até se tornar paraplégica, depois de sofrer atentado com arma de fogo, em 1983. O marido de Maria da Penha ainda tentou matá-la por meio de afogamento e eletrocussão, manteve-a em cárcere privado por 15 dias e só foi punido após dois julgamentos em 19 anos, ficando apenas dois anos em regime fechado. Só em 2001 e após ser notificado pela Comissão interamericana de Direitos Humanos, o Estado brasileiro foi responsabilizado por negligência, omissão e tolerância em relação à violência doméstica praticada contra as mulheres brasileiras e precisou se comprometer a finalizar o processo penal do agressor de Maria da Penha, promover uma reforma no sistema judiciário, sensibilizar as polícias e criar políticas públicas que garantissem o respeito à mulher em toda a sociedade.




Idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz retomam atividades
As atividades do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz foram retomadas nesta segunda-feira (05). Os idosos do programa foram recepcionados no auditório do bloco 4 para uma palestra motivacional de boas-vindas, ministrada pela Coordenadora do Programa, Salete Gerardi de Lima Chrun. A palestra trouxe assuntos relacionados aos desafios da terceira idade, além das mudanças do papel da mulher na sociedade.

Os idosos já iniciaram o semestre com agitação: eles participaram de brincadeiras e de alongamentos cheios de animação. Luíde Burtoli tem 75 anos de idade, começou a frequentar o Centro de Convivência no início deste ano e já viu muita diferença em vários aspectos da vida. "Eu já estava sentindo falta, não via a hora de começar de novo. Desde que eu comecei no programa, já melhorei muito, emagreci, minhas dores sumiram. Também fiz várias amizades".

Sobre o Programa

A Fundação Assis Gurgacz atende idosos desde 2003 e implantou em 2005 o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz com a finalidade de acolher pessoas idosas que vivem em vulnerabilidade social em Cascavel. Para atendê-las, desenvolveu um Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Pessoa Idosa, que visa resgatar a cidadania, a melhoria da qualidade de vida, geração de renda e a inserção social. Atende atualmente 100 idosos de ambos os sexos, acima de 60 anos, de segunda a sexta-feira em período integral. A proposta pedagógica tem uma carga horária de 1.440h/a, constituída por projetos multidisciplinares, com eixos temáticos de formação e cidadania, saúde, cultura, educação, inclusão digital, Psicoterapia, Artes, Música, Jogos de mesa, caminhada orientada, musculação, espiritualidade, sexualidade, esportes adaptados para 3ª idade e lazer. Durante o período de 2002 a 2018 a Fundação acolheu e proporcionou o fortalecimento de vínculos sociais de cerca de 1300 idosos.




Programa Jovem Aprendiz aborda questões do Estatuto da Criança e do Adolescente
O Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz, da Fundação Assis Gurgacz, realizou uma reflexão e discussão em sala de aula com os aprendizes, voltadas para proteção, garantia e defesa dos direitos dos adolescentes, ressaltando à Semaneca que ocorreu nos dias 29 de julho à 02 de agosto, ministrada pelo curso de Direito do Centro Universitário Assis Gurgacz, com apoio da acadêmica Bárbara Fernanda Bernardi e da equipe técnica, com objetivo de promover anualmente ações e atividades para debater o Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA, no que diz respeito a crianças, adolescentes, famílias e a sociedade, em prol da garantia e defesa dos direitos desse público alvo, além da prevenção da violação dos seus direitos.

Durante a semana foi realizada discussões referentes ao ECA, visando a formação e aprendizagem profissional no mundo do trabalho, elencando a idade mínima para o trabalho, a garantia dos direitos trabalhistas e o acesso do trabalhador adolescente à escola e especificando as particularidades da condição de pessoa em desenvolvimento, que encontramos em particular no capitulo V do ECA , na Lei da Aprendizagem e na CLT.

"A criação do Estatuto da Criança e do Adolescente tem um marco muito importante no direito aqui no Brasil, pois estamos resgatando o que foi esquecido. A palestra teve como objetivo trazer aos aprendizes a consciência dos seus direitos e deveres perante a sociedade", explica Bárbara Fernanda Bernardi.

Para a aprendiz Larissa Rezende, conhecer os princípios abordados é importante para difundir e justificar os direitos da criança e do adolescente. "A palestra foi bem interessante, tiveram informações que eu não sabia e acredito que todos tenham que ter esse conhecimento, pois não temos noções de quais são os nossos direitos e deveres".

"Os trabalhos que foram iniciados com os aprendizes sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA destaca seus avanços e desafios frente á sociedade neste período de existência do Estatuto. Destacando a preocupação com as violências praticadas, contra a criança e o adolescente, que estão em pleno desenvolvimento psíquico, físico e moral, necessitando, no entanto, de acompanhamento e de orientação", relata a Coordenadora Prof.ª Ms Chrun.




Idosos encerram semestre com Arraiá da Mió Idade
Teve dança de quadrilha, teatro e muito quentão na comemoração do encerramento do semestre

O Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz comemorou nesta última sexta-feira (28) o encerramento do semestre dos alunos da terceira idade. O evento, que é tradicional, contou com uma peça teatral de um casamento caipira, que arrancou risadas do público. Teve ainda quadrilha, muita comida típica e bailão. .

Para a Coordenadora do Centro de Convivência,ProfºMs Salete Chrun, a atividade de encerramento de semestre é esperada por todos, e é nessa hora os alunos aproveitam para se descontrair ainda mais. "É um momento de interação, eles precisam dessa socialização no grupo de amigos. Sempre gostamos de lembrar os santos juninos com uma festa bem típica", explica.

A professora, Bruna Rafaela, lembra que no semestre são feitas atividades, como alfabetização, treinos na academia, jogos, informática, caminhadas entres outras coisas com os alunos da terceira idade. E que esse momento serve para finalizar um ciclo. "É muito bom perceber que uma etapa foi concluída com sucesso, e nada mais justo que uma festa junina para comemorar", comenta.




Educação Financeira: Jovens Aprendizes recebem orientação do SICREDI
Despertar o valor do dinheiro, reconhecer a responsabilidade do saber gastar e, de quebra, ter acesso a orientações sobre a educação financeira para as finanças. O Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz, da Fundação Assis Gurgacz, recebeu a equipe da Cooperativa Sicredi com finalidade de desenvolver competências, para que os jovens aprendam lidar com questões financeiras de maneira segura e consciente.

A palestra teve como objetivo conscientizar os adolescentes e jovens de que, com pequenas atitudes no dia a dia, é possível ter uma vida financeira mais equilibrada. Aprender a lidar com o dinheiro independente a idade faz a diferença, pois podemos economizar ainda jovens para termos um futuro promissor.

Para a Coordenadora do Programa Jovem Aprendiz, Prof.Salete Chrun, educação financeira é um tema bastante lembrado quando as pessoas tem sonhos e decidem traçar planos para alcançá-los. "Orientar os adolescentes e jovens sobre a responsabilidade de administrar o dinheiro é muito importante, pois não apenas se refere ao presente, mas também na preparação para o futuro", destaca. Agradece ainda a parceria do SICREDI, estimulando os jovens aplicarem seu salário adequadamente e criando o hábito de economizar.




Jovem Aprendiz se destaca com apresentação sobre o Mundo do Trabalho
O VII Seminário Municipal de Sensibilização ao Enfrentamento e Erradicação do Trabalho Infantil é um evento alusivo ao dia 12 de junho - Dia Mundial e Nacional contra trabalho infantil, que tem como objetivo sensibilizar as pessoas para o papel da criança na sociedade e mostrar que à criança cabe estudar, brincar e sonhar.

O participante do Programa Jovem Aprendiz, da Fundação Assis Gurgacz, Luiz Fernando Rodrigues, se destacou com a brilhante apresentação da sua trajetória no mundo do trabalho. "O Programa Jovem Aprendiz além de fortalecer a relação, capacitação e profissionalização é uma porta de entrada para o mercado de trabalho. Não basta apenas ter um currículo, tem que ser alguém que marque a história da empresa, pois as empresas buscam aprendizes que façam a diferença, que deixam marcas positivas".

Para a Coordenadora do Programa Jovem Aprendiz, Prof.Salete Chrun, o momento foi único para ampliar a visão do mundo do trabalho. "Este momento foi de grande valia, pois estimula os demais adolescentes para o ingresso no mercado de trabalho, legalmente, na modalidade de Aprendizagem Profissional. É uma oportunidade ímpar para adolescentes e jovens que não possuem experiência, terão currículo, carteira assinada, farão seu próprio cartão de visita, aprenderão e receberão por seu trabalho não sendo explorados, pois terão seus direitos contemplados conferente a CLT e Lei de Aprendizagem Profissional, ECA e Constituição Federal", destaca.





FAG recebe as empresas conveniadas para discutir sobre Aprendizagem Profissional
Fundação Assis Gurgacz promoveu no dia 13 de junho um encontro com as empresas conveniadas no Programa de Aprendizagem
Profissional Jovem Aprendiz e o Ministério do Trabalho e Emprego, para orientação sobre Aprendizagem Profissional.

A palestra foi ministrada pelo o Auditor Fiscal, Luiz Carlos de Andrade, com a finalidade de esclarecer sobre cotas, o processo de contratação, a legislação vigente, o término de contrato, jornada de trabalho, remuneração e verificar os avanços e as dificuldades encontradas com esta modalidade.

O Programa de Aprendizagem Profissional, da Fundação Assis Gurgacz, atende jovens entre 14 e 24 anos incompletos, com duração de dois anos, com objetivo de capacitar jovens para o mercado de trabalho, estimulando o desempenho escolar e condições socioeconômica do aprendiz.

Periodicamente são realizadas reuniões para debater sobre a Modalidade de Aprendizagem Profissional, para verificar os avanços e as dificuldades encontradas pelas empresas e pelos os aprendizes frente ao mercado de trabalho.

"É importante estes momentos para as empresas tirarem suas dúvidas sobre a legislação da aprendizagem, os detalhes que a empresa deve cuidar, principalmente, levando em consideração na característica do contrato de aprendiz, tendo em vista seu primeiro emprego. Trabalhar na conscientização do pessoal do setor de Recursos Humanos das empresas, no sentido que o público prioritário da aprendizagem seja prioridade: os adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade ou risco social",explica Luiz Carlos de Andrade.

A Coordenadora do Setor Social e do Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz, Prof. Salete Chrun, ressaltou a importância que o Programa traz, pois prepara o jovem, para o mercado de trabalho. "O jovem deve buscar o emprego dos sonhos, é uma meta atingível, mas além de querer, é preciso buscar conhecimento para se aperfeiçoar e superar metas. Ler e estudar constantemente são fundamentais, mas é preciso ir além, ousar, superar-se. A escola, o mercado e o mundo do trabalho dispõem, sempre, de vaga para os incansáveis na arte de aprender".




Crianças, adolescentes,idosos trocam experiências em atividades intergeracionais
Respeito, carinho e alegria princípios que marcaram nos dias 05 e 07 de Junho os encontros intergeracionais realizados entre as crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), situado no bairro XIV de Novembro para os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, da Fundação Assis Gurgacz.

As apresentações tiveram como tema principal "Cultura de Paz e Não Violência", com apresentações de teatro, poesia e música. O objetivo foi conscientizar as crianças e adolescentes sobre respeito com pessoas mais velhas em espaços públicos, como ônibus e filas preferenciais.

"Nesses momentos que os vínculos se estabelecem, o respeito permanece e a sociedade pode perceber que temos muitas coisas para aprender com as duas gerações", destaca a Coordenadora do Setor Social, Prof.Ms Salete Chrun.

Para a estudante e estagiária do Cras, Renata Kleinubing, o objetivo é fortalecer as relações, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes. "As atividades intergeracionais dá o direito de desenvolver autonomia, a personalidade e a identidade enquanto grupo. Promover este momento entre as crianças, adolescentes e idosos, podemos perceber o quanto isso pode ser rico, compartilhando as experiências e os conhecimentos, valorizando o sentido da vida coletiva".

Após as apresentações, foi realizada roda de conversa em que todos os participantes puderam interagir, além de compartilharem e trocarem suas experiências e conhecimentos adquiridos ao longo da vida.




COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES
Programa de Aprendizagem discute tema sobre Violência Contra Crianças e Adolescentes.

Os Jovens Aprendizes do Programa de Aprendizagem Profissional, da Fundação Assis Gurgacz, participaram de roda de conversa sobre tipos de violência dando ênfase ao Abuso Sexual Infantil, ressaltando o ECA, Código Penal e Órgãos de Proteção à criança e adolescentes em situação de abuso sexual e participaram de palestras durante a Semana Municipal de Combate à Violência contra Crianças e Adolescentes de 14 a 18 de Maio, ministrada pelo Curso de Psicologia do Centro Universitário Assis Gurgacz - FAG, com a presença da advogada e estudante de psicologia, Juliana Molina Constantino, para dar seu depoimento, com objetivo de sensibilizar a sociedade sobre o enfrentamento à violência e as violações de direitos da criança e do adolescente.

Foi discutido sobra a Lei Federal 9.970/00, que institui o dia 18 de Maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, e sobre a Lei n° 13.431 que normatiza e organiza o sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência, cria mecanismos para prevenir e coibir a violência.

A campanha retrata que, muitas vezes, a criança ou adolescente se comunica mais pelo choro e outros sinais não verbais que por palavras, quando algo está errado. No caso de violências, o silêncio é ainda maior, porque, geralmente o autor é próximo à família. O foco é conscientizar a sociedade sobre os tipos de violência e estimular a criança a se manifestar e buscar ajuda, caso esteja enfrentando uma situação de risco.

"A proposta do 18 de Maio é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta sobre esta temática voltada para este público que, conforme a Constituição Federal, deve ser nossa prioridade", destaca a Coordenadora, Prof. Salete Chrun.

"Sabemos que o acesso à informação é decisivo para a denúncia de abusos contra crianças e adolescentes, por isso, realizamos mesa redonda sobre o assunto, onde os alunos puderam esclarecer dúvidas em especial a conscientização sobre os seus direitos, bem como, procurar ajuda e realizar denúncias quando vivenciar ou presenciar este tipo de situação", relata a Professora Dulcinéia Meirelles.

Esta campanha é de grande importância para a melhoria da política pública para garantir os Direitos da Criança e do Adolescente como "Prioridade absoluta", como institui a Lei Municipal n° 6.195/2013 e Decreto Municipal n° 14.358/2018 que criou no Município de Cascavel a "Semana Municipal de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes".




CENTRO DE CONVIVÊNCIA NAIR VENTORIN GURGACZ
A Fundação Assis Gurgacz implantou o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, em 2005, com a finalidade de acolher pessoas idosas que vivem em condição de vulnerabilidade social. Para atendê-las, desenvolveu um Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que visa resgatar a cidadania, a melhoria da qualidade de vida, a geração de renda e promover a inserção social. Atende atualmente a 100 idosos de ambos os sexos, acima de 60 anos, de segunda a sexta-feira, em período integral.

A proposta pedagógica é constituída de projetos multidisciplinares, com eixos temáticos de cidadania, saúde, cultura, educação, sexualidade, tecnologia, arte, esporte e lazer. Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um Centro de Convivência, uma Academia de Ginástica, um Ginásio Poliesportivo, Salas de Aula, Laboratórios de Informática, Fisiologia e Farmacologia, Auditório e trilha ecológica.

Para atender aos beneficiados a Fundação coloca a disposição uma Coordenação Administrativa e Pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música. Durante o período de 2005 a 2012, a Fundação acolheu e proporcionou o fortalecimento de vínculos sociais de estimados 900 idosos.




BOCHA CAMPEIRA
O Projeto iniciou suas atividades em 2011, com a finalidade proporcionando um momento recreativo e diferenciado para as pessoas idosas que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz, visando à integração e a socialização e o gosto pela modalidade esportiva. Atende 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência através de campeonatos.
Com uma proposta pedagógica a ser realizado em três etapas:
1ª etapa: um período preparatório de treinamento coletivo destinado para aprendizagem sobre a bocha campeira.
2ª etapa: será realizado de forma individual para o exercício da prática através de formação de duplas e trios.
3ª etapa: participação em campeonatos internos e torneios externos com a comunidade desta faixa etária.
Possui uma estrutura física administrativa, pedagógica, sala de aula, campo de futebol e Centro de Convivência.
Tem um recurso humano constituído de professor de Educação Física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2011 a 2012 já realizou dois campeonatos de bocha campeira com 200 pessoas acima de 60 anos.
Democratização do acesso ao jogo de bocha campeira e fortalecimentos de vínculos entre esta faixa etária.




PROJETO ESPORTIVO E RECREATIVO INTEGRADO PARA A 3ª IDADE
O Projeto de treinamento de força musculação teve seu início 2003, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz, oferecendo treinamento de força, aumentando as capacidades funcionais, a diminuição de sobrepeso e obesidade, aumentando a massa muscular e a força, fortalecendo tendões e ligamentos, melhora da postura, fortalecimento do músculo cardíaco, diminuição do estresse e independência para realização das atividades cotidianas e retardando o processo degenerativo do envelhecimento humano. Para um público de 100 pessoas acima de 60 anos. O Projeto se pauta no sistema de periodização de treinamento, com a finalidade de desenvolver avaliações físicas, identificando o perfil biológico do grupo e a prescrição de exercícios físicos respeitando suas individualidades. Composta por uma estrutura física com uma academia, ginásio poliesportivo, laboratório de fisiologia, sala de aula e Centro de Convivência. O recurso humano constituído de professor de Educação Física, acadêmicos, educador social.No período de 2003 a 2017 já foram atendidos 1.200 idosos, democratizando o acesso ao exercício físico orientado gratuitamente, a melhoria da qualidade de vida da pessoa idosa e a independência ao realizar atividades da vida diária.




JOGOS DE MESA
O Projeto de jogos mesa teve início 2005, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o Centro de Convivência Nair Ventorim Gurgacz promovendo a socialização e a interação entre os idosos. Pois os jogos de mesa são excelentes ferramentas que constrói e exercita a paciência, aumenta atenção e concentração, desperta a curiosidade, aguça a imaginação, ameniza a ansiedade, promove também o respeito, a tolerância e tem caráter lúdico e prazeroso.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
O Projeto é realizado em três etapas:
1ª etapa: um período preparatório de treinamento coletivo destinado para aprendizagem sobre dos jogos de mesa.
2ª etapa: prática através de formação de duplas e quartetos.
3ª etapa: participação em campeonatos internos e torneios externos com a comunidade desta faixa etária.
A estrutura física é constituída em um e Centro de Convivência e sala de aula.
O recurso humano composto por professor de Educação Física, acadêmicos, educador social.
No período de 2005 a 2012 já foram atendidos 1.000 idosos, democratizando o acesso aos jogos de mesa e fortalecendo vínculos entre esta faixa etária, exercitando a memoria e retardando o envelhecimento.




SABONETES
A Fundação Assis Gurgacz desenvolveu um projeto para criar um produto artesanal denominado "Sabonete Vó Nair" com os idosos que frequentam o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz,com a finalidade de promover o desenvolvimento humano e sua emancipação ativa na sociedade,contribuindo na formação e no processo de envelhecimento autônomo e na geração de renda para os idosos do Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para pessoas idosos da FAG,com recursos oriundos do Fundo Municipal dos Idosos - FMI.




POLVO CARINHOSO DE CROCHÊ
Os Idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz,realizam uma ação social todos os anos através da confecção de Polvos de Crochê.O projeto vem sendo desenvolvido desde 2017 com a finalidade de realizar uma ação voluntária,com o intuito de contribuir no tratamento terapêutico de bebês recém-nascidos prematuros,que utilizam a Unidade de Tratamento Intensivo neonatal (UTI),na Fundação Hospitalar São Lucas.A utilização deste brinquedo denominado de "Polvo Carinhoso de Crochê" visa transmitir proteção,conforto,carinho,calma e bem estar ao bebê,pois ao se envolver nos tentáculos macios do polvo,remete-se ao cordão umbilical e com isso retomam à segurança do útero materno.O contato do bebê com os polvos gera efeito positivo no tratamento dos recém-nascidos, em alguns casos eles até ganham peso na incubadora,aumento do oxigênio no sangue e melhoram o sistema cardíaco e respiratório.




CORPO EM MOVIMENTO - CAMINHADAS ORIENTADAS.
O Projeto Corpo em movimento Caminhadas orientadas teve seu início em 2003, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorim Gurgacz, proporcionando a prática de atividade física, prevenindo as doenças decorrentes da falta de exercícios, visando à redução do estresse, da tensão e ansiedade, melhorando a autoestima, o condicionamento físico, a circulação sanguínea e o fortalecimento do músculo cardíaco.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos.
O projeto iniciou com 50 pessoas idosas e atualmente atende 100 participantes, realizado duas vezes por semana, com uma proposta pedagógica constituída de atividades de aquecimento e alongamento, em seguida os participantes são divididos em dois grupos:
GRUPO 1: Realiza a caminhada de aproximadamente 25 á 30 minutos no percurso longo, sem intervalos para descansar e recuperar.
GRUOP 2: Realiza a caminhada de aproximadamente 25 á 30 minutos, em um percurso em curto de ida e volta pelo mesmo trajeto, com intervalos para realizar exercícios de relaxamento dinâmicos para diminuir a frequência cardíaca.
Os grupos são divididos de acordo com a distância percorridos no teste de caminhada (6 minutos) e patologias. Realiza-se também o controle da frequência cardíaca, mensurada antes e após a caminhada, ao final é realizado atividades de relaxamento, com professores e acadêmicos do curso de Educação Física, da Faculdade Assis Gurgacz-FAG.
Composta por uma estrutura física de uma trilha ecológica, Centro de Convivência e ginásio poliesportivo.
Possui um recurso humano constituído por professor de Educação Física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2003 a 2012 já foram atendidos 1.100 pessoas idosas, democratizando o acesso a uma atividade física orientada gratuitamente, contribuindo para o envelhecimento ativo e saudável.




FESTIVAL DE MÚSICA PARA 3ª IDADE FESTFAG 6ª EDIÇÃO
O Festival de Música para 3ª Idade, a finalidade de resgatar a identidade da pessoa idosa, oportunizando a troca de experiências e o desenvolvimento das habilidades musicais, criando um espaço para revelação de talentos e a realização de sonhos, estimulando a participação desta população nos Programas Sociais oferecidos pelas Prefeituras municipais e pelas demais Entidades Governamentais e não Governamentais.
O público alvo do festival são pessoas acima de 60 anos de idade que participam dos Programas Sociais das Entidades Governamentais e não Governamentais.
O festival de música é realizado anualmente, em duas categorias de Interpretação e composição, de modo individual ou grupal.
Serão pré-selecionadas 20 músicas, sendo 10 de cada categoria; por profissionais da área.
Os participantes do festival serão avaliados por uma mesa julgadora composta por profissionais que são referências em relação aos quesitos a serem julgado para a contagem dos pontos.
O Festival será realizado nos dias 29, 30 E 31 de outubro de 2013.
Serão premiados os participantes que forem classificados do primeiro ao quinto lugar de cada categoria.
As 10 melhores composições serão gravadas em um CD compacto e entregue aos participantes.
Os três melhores concorrentes de cada etapa do festival receberão troféu DESTAQUE, (presença de palco, desenvoltura, comunicação com o público), realizada a escolha pelo público presente.
Os vinte participantes nas duas categorias receberão troféu PARTICIPAÇÃO (Incentivo, estimulação, valorização da participação e o uso das camisetas do festival).
O Festival de Música é realizado conforme o regulamento já instituído nas edições anteriores.
Possui uma estrutura física, administrativa e pedagógica com sala de aula, Centro de Convivência e auditório.
Possui um recurso humano constituído de professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo, produtor, diretor musical/arranjador, banda de apoio, coordenação geral, assistente de produção, jurados, assistente de produção, apresentador.
O Festival já se encontra na sua 6ª edição, com um público estimado de 30.000 (trinta mil) Pessoas idosas por edição, acima de 60 anos de todas as camadas sociais, de ambos os sexos, da Região Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).
Resgatar a identidade da pessoa idosa na sociedade e disseminar a cultura e a realização de sonhos.




ARTES NA 3ª IDADE
O projeto de artes multidisciplinar vem sendo de promovido desde, 2005, com a finalidade oportunizar o teatro a dança e música para pessoas idosas, possibilitando a expressão, interpretação, composição, representação e criação, estimulando a concentração, a memoria, a auto estima, a socialização a criatividade e preservação da saúde física, emocional e mental, desenvolvendo a expressão corporal, artística e lúdica a pessoa idosa.
Com um público alvo de 100 idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz.
A proposta pedagógica se constitui de trabalhos coletivos e individuais, com atividades que permeiam os eixos da arte como o teatro, a música e a dança, através de pesquisas, estudos dirigidos, ensaio e apresentações artísticas.
Como uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um auditório, sala de aula, ginásio poliesportivo e Centro de Convivência.
Recurso Humano constituído de professor de música, professor de educação física, pedagogo, professor de artes plásticas, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2005 a 2012, já foram atendidas 1.000 pessoas acima de 60 anos, realizando a Inclusão social e fortalecimento de vínculos afetivos emocionais.




CORAL HARMONI/FAG
O Projeto de coral Harmoni-FAG teve início 2005 e é praticado até hoje, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorim Gurgacz, estimulando a expressão musical e as emoções como uma linguagem privilegiada através da qual os seres humanos se comunicam entre si, proporcionando o crescimento intelectual, musical e cultural do idoso, experiências, o potencial criativo e produtivo.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
O projeto é realizado uma vez por semana, com uma proposta pedagógica constituída de atividades que trabalham o timbre, a entonação e a participação sensível e corporal presentes no ato de cantar. As aulas também serão compostas por estudos teóricos musicais e instrumentais, tais como violão e flauta.
Estrutura Física é constituída de administrativa e pedagógica, com auditório, sala de aula e Centro de Convivência.
O recurso humano se constitui de professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período 2005 a 2012, já foram atendidos 1.000 idosos, encantando, levando alegria e mexendo com as emoções das pessoas na sociedade.




BAZAR SOLIDÁRIO DA VOVÓ
O projeto vem sendo desenvolvido desde 2005, com a finalidade de oportunizar a geração de renda para os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, que contribuirá no orçamento dos idosos, visando à melhoria da qualidade vida e a inserção social.
Com um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos idade do Centro de Conivência.
A proposta se constitui de cursos de capacitação, com pesquisas, palestras, estudos dirigidos, oficinas multidisciplinares e prática de produção de artesanatos, com o resultado desta prática são realizadas exposições periodicamente do bazar conforme a demanda e oportunidade.
Com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com sala de aula, Centro de Convivência e um espaço para exposição do bazar.
Recursos Humanos constituídos de coordenador, professor de arte, pedagogo, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período 2005 a 2012, já atendeu 1.000 pessoas acima de 60 anos, oportunizando a geração de renda e produtividade dos idosos.




ECO REFLEXÃO - CELEBRAÇÃO DA MISSA SERTANEJA UNIVERSITÁRIA
A missa sertaneja teve a sua 1ª edição em 04 de outubro 2012, dia do Padroeiro São Francisco de Assis, com a finalidade de refletir sobre a preservação ambiental e homenagear o patrono dos animais e da natureza e Padroeiro da Fundação Assis Gurgacz, o dia do Engenheiro Agrônomo e do Médico Veterinário, além de valorizar o homem do campo, a cultura tradicional do sertanejo e o do agropecuarista, celebrando também o alimento por estes produzidos, fortalecendo a identidade com a comunidade, com parceria dos colegiados de Agronomia e Medicina Veterinária da Faculdade Assis Gurgacz - FAG.
Com um público alvo de diretores, coordenadores, funcionários, professores, acadêmicos e familiares da Faculdade Assis Gurgacz, participantes dos programas sociais da Fundação Assis Gurgacz (adolescentes, idosos e familiares) e comunidade. A proposta continha uma litúrgica especial sobre a cultura do homem sertanejo, formada em grande parte por paródia de músicas sertanejas de raiz, berrante, com ensaio de música, preparação do coral, decoração temática, preparação de ofertas voltadas a produção homem do campo, benção, procissão e distribuição do pão de são Francisco de Assis aos participantes da celebração. Com uma estrutura física, administrativa e pedagógica com um ginásio poliesportivo, sala de aula, Centro de Convivência, hospital veterinário.
Possui um recurso humano constituído de Coordenador geral, coordenadores dos cursos, professor de música, acadêmicos, educador social, auxiliar administrativo, coral, tocador de berrante, equipe litúrgica, Padre, animador, comentarista. A sua 1ª edição ocorreu em 2012 e teve um público estimado de 1.000 participantes.
Participação da família na vida acadêmica, valorização do campo e integração acadêmica com a sociedade.





FESTA JUNINA
O Projeto de Festa Junina teve início 2005 e é praticado até hoje, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz, visando integração dos idosos e promoção do conhecimento da cultura folclórica e dos costumes regionais.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
A proposta pedagógica é constituída por pesquisas, ensaios, confecção de decoração temática, conhecendo e cantando canções de festa junina e realizando apresentações coreográficas temáticas internas e externas, com a participação dos idosos na organização e na execução da festa junina.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com sala de aula, laboratório de informática, quadra de esporte e Centro de Convivência.
Possui um recurso humano constituído de professor de música, professor de educação física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2005 a 2012, já foram atendidos 1.000 idosos, nesta atividade, oportunizando cultura e interação social.




CAPACITAÇÃO PARA TRABALHAR COM A 3ª IDADE
O projeto de capacitação para trabalhar 3ª idade foi implantado em 2005 a 2007 com a finalidade de atender os serviços governamentais e organizações não governamentais do município de Cascavel e região, oportunizando aos coordenadores, líderes e leigos, um aprofundamento teórico e prático sobre a 3ª idade, nos aspectos biológicos, psicológicos, sociais e culturais.
Com um público alvo de líderes comunitários, coordenadores da 3ª idade, acadêmicos, professores, agentes de pastorais, voluntários, conselheiros de Assistência Social, Conselheiros do idoso, Secretários de Assistência social, dirigentes socais comunitários e coordenadores de organizações governamentais e não governamentais.
A proposta pedagógica do curso de capacitação contém 148horas de aulas teóricas e práticas, com duração de 4 meses, com 30 alunos por turmas, através de 3 módulos Vida e Saúde na 3ª idade, Educação/Assistência Social e Comunicação e Arte na 3ª idade, dinâmicas de práticas sociais. Após o término do curso os participantes foram certificados.
Estrutura Física, administrativa e pedagógica com sala de aula, laboratório de informática, auditório, quadra de esporte e Centro de Convivência.
Com recursos humanos constituído de um corpo docente de doutores, mestres e especialistas e profissionais de áreas específicas, como coordenador, nutricionista, assistente social, psicólogo, pedagogo, enfermeira, Administrador, fisioterapeuta, Sociólogo, Prof. de Artes, professor de Educação Física, Professor de dança, professor de teatro, professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo, com parceira da Faculdade Assis Gurgacz.,
O período 2005 a 2007, foram realizadas 2 turmas com 30 alunos cada.
Referencial de atendimento na 3ª idade em Cascavel e da Região Oeste do Paraná.




FORMAÇÃO E CIDADANIA
O Projeto de formação e cidadania surgiu em 2003, visa resgatar a cidadania, o pleno desenvolvimento do ser humano, promovendo crescimento social, conhecimento sobre os direitos fundamentais, direitos socioambientais, direitos à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade de direitos, direitos civis, políticos e sociais.
O Projeto também destaca os deveres e responsabilidades do cidadão frente à sociedade, pautado em princípios éticos, o respeito mútuo, solidariedade, justiça, não violência/uso do diálogo, acolhimento do outro com suas diferenças, potencialidades e dificuldades.
Atende 100 idosos acima de 60 anos e 150 adolescentes de 14 a 18 anos incompletos, de ambos os sexos que se encontram em vulnerabilidade social na comunidade.
As ações pedagógicas são constituídas por curso multidisciplinares, desenvolvendo os eixos temáticos: cidadania, ética, meio ambiente, saúde, cultura e educação, sexualidade, tecnologia, arte, esporte e o lazer, com fins sociais e culturais.
Possui uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um centro de convivência, salas de aula, laboratório de Informática, auditório.
Com um recurso humano constituído por uma coordenação Administrativa, Pedagógica e Social, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e assistente social.
Já foram atendidos na sede da Fundação 2.000 adolescentes e idosos de ambos os sexos, para resgatar a promoção humana em tempo de exclusão social e desumanização do homem.




A ARTE DE BEM ENVELHECER
O Projeto Arte de bem envelhecer teve início 2003 a 2012, com a finalidade de atender idosos dos Programa Ação Integrada pela Cidadania, mantido pela Fundação Assis Gurgacz, visando a discussão sobre o envelhecimento nos seus aspectos físicos, emocionais e sociais, buscando promover a qualidade de vida e saúde mental dos participantes do programa, um público de 100 pessoas idosas acima de 60 anos de idade.
As atividades são desenvolvidas em encontros semanais de forma grupal e individual, com palestras, dinâmicas de grupo, teatrais e lúdicas, com profissionais e acadêmicos do curso de Psicologia da Faculdade Assis Gurgacz.
Possui uma estrutura física, administrativa, pedagógica com sala de aula, auditório e Centro de Convivência.
O recurso humano é constituído de Coordenador, psicólogo, pedagogo, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
O projeto já atendeu 1.200 pessoas idosas, no período 2003 a 2012, garantindo conhecimento sobre o envelhecimento e auto aceitação.




PROJETO DE ASSESSORIA JURÍDICA POPULAR - CAJUP
O Núcleo de Prática Jurídica da FAG (NPJ) iniciou as atividades em 2005, com a finalidade de atender a comunidade carente por meio de Assistência Judiciária Gratuita, visando à solução dos conflitos nas áreas da família, civil, criminal, juízo especial e atendimentos comunitários, previdenciários e penitenciários, além de oferecer apoio psicológico.
O público alvo é jovens, adultos e idosos da comunidade que vivem em situação de vulnerabilidade social.
O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min.
Possui uma estrutura física própria, localizada na Avenida Tancredo Neves, nº 131, e conta com suporte administrativo e pedagógico, sobre supervisão de professores e advogados.
O Programa já realizou no período de 2005 a 2012, aproximadamente 13.266 atendimentos gratuitos para a comunidade. Mensalmente atende, em média, 50 casos judiciais, entre nomeações, atendimentos da área cível, familiar e penal. Dessa forma, somam-se mais de 8 mil casos já atendidos desde a sua criação.
A democratização do acesso à assistência judiciária gratuita, para a população carente de Cascavel, também é uma importante ação de responsabilidade social que a FAG implantou.




PROJETO DE SAÚDE INTEGRADO
A Clínica foi instituída em 2004 com a finalidade de atender pessoas de camadas sociais vulneráveis, contribuindo para o bem-estar social das pessoas residentes na cidade de Cascavel e Região.
O público atendido são crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, que são encaminhados nas diversas áreas de especialidades: Fisioterapia Pediátrica, Neurologia, Ortopedia, Cardiorrespiratória, Hidrocinesioterapia, Uroginecologia e Obstetrícia, Terapia Manual, Nutrição, Psicologia, Fonoaudiologia, Estética e Cosmética, Farmácia, Enfermagem, Medicina e reabilitação física. A essas pessoas é ofertado um atendimento multidisciplinar e interdisciplinar nas respectivas áreas da saúde.
Possui uma estrutura com Clínica, laboratórios, sala de aulas, consultórios e área de atendimento ao público.
Seu corpo técnico é constituído de professores, coordenadores, técnicos, acadêmicos, assistente social, profissionais da saúde ou de áreas afins.
Desde 2004, a clínica de Saúde Integrada atende diariamente, em média, 300 pacientes entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, do munícipio de Cascavel e região.
Hoje já é um centro de referência no atendimento à comunidade na área de reabilitação, em Cascavel e na região Oeste do Paraná.

a) ATENDIMENTO NO CENTRO DE REABILITAÇÃO
b)ATENDIMENTO FISIOTERAPÊUTICO E PRAIDE
c) ATENDIMENTO DE ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL
d) ATENDIMENTO DE PSICOLÓGICO: CEMIC; APAE; CASM; CAPS-AD, ESCOLAS MUNICIPAIS E ESTADUAIS E À COMUNIDADE EM GERAL.
e) ATENDIMENTO DE FONOAUDIOLOGIA
f) ATENDIMENTO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA
g) ATENDIMENTO DE FARMÁCIA
f) ATENDIMENTO MÉDICO /AMBULATORIAL
F) ATENDIMENTO DE ENFERMAGEM




ESPORTE ADAPTADO COMO MOTIVADOR PARA REABILITAÇÃO FISICA.
O PROJETO surgiu em 2005, partindo do conceito de que a cidadania se sedimenta e as conquistas sociais avançam, torna-se necessário uma maior autonomia para pessoas com necessidades especiais, como direito universal do ser humano e do principio que todos têm um papel preestabelecido a ser exercido na sociedade.
O programa de atender jovens e adultos com a finalidade de realizar a inclusão social e a recuperação no tratamento fisioterapêutico através de atividades esportivas recreativas, como forma de agente motivador no atendimento na clínica de fisioterapia da FAG, com apoio de profissionais de educação física, nutrição e psicologia, para buscar a mobilização e integração da pessoa com necessidades especiais, através de atividades físicas.
A proposta pedagógica do programa é constituída de dança, por uma equipe multidisciplinar desenvolvido por profissionais da área e acadêmicos colaboradores da Faculdade Assis Gurgacz-FAG. Sendo três vezes por semana com duração de 8(oito) horas semanais, dividido em atividades de basquetebol, musculação, fisioterapia e acompanhamento psicológico e nutricional,
Conta com um ginásio poliesportivo, academia, laboratório de fisiologia, oferece ainda o equipamento cadeira de rodas, para facilitar a locomoção dos beneficiários.
Foram atendidas duas equipes compostas de 12 atletas cadeirantes, no período de 2005 a 2006, possibilitando a democratização do acesso ao esporte, a superação de limites e minimizando preconceitos.




AÇÃO INTEGRADA PELA CIDADANIA
O Programa teve seu início com atividades integradas, com a finalidade de oferecer projetos sociais gratuitamente à comunidade, atendendo Crianças e adolescentes na faixa etária de 7 (sete) a 14(quatorze) anos, Jovens, família, idosos e pessoas com necessidades especiais da comunidade que se encontram em vulnerabilidade social, com objetivo de resgatar a cidadania, as atitudes éticas pelo compromisso social, a inserção no ambiente sociocultural e pela participação em vivências comunitárias, o ingresso no mercado de trabalho pela formação e/ou requalificação profissional e a geração de emprego e renda pela participação em empreendimentos coletivos.O programa tem um caráter formativo que pressupõe a superação do trabalho meramente assistencialista. As suas ações são pautadas de acordo com a LOAS - Lei Orgânica de Assistência Social, que em seu art. 2º destaca à proteção à família, à infância, a adolescência, a velhice, às pessoas com necessidades especiais e a promoção da integração ao mundo de trabalho, visa o enfrentamento da pobreza e a universalização dos direitos sociais.A proposta pedagógica é constituída de projetos multidisciplinares, com núcleos de cidadania, formação educacional e profissional, saúde, meio ambiente, tecnologia, família, sexualidade, cultura, esporte e lazer e qualidade de vida.Possui uma Estrutura Física, administrativa e pedagógica, com salas de aula, laboratório de Informática, laboratório de farmacologia, laboratório de fisiologia, Centro de Convivência, academia, Laboratório Pedagógico/brinquedoteca, auditório e ginásio poliesportivo.Recursos humanos especializados, composto de professores multidisciplinares, coordenação, acadêmicos, educador físico, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música em parceria com o Centro Universitário FAG. A sua abrangência atinge todos os bairros do município de Cascavel e prioritariamente os que se encontram no entorno da Fundação, como Santo Onofre, Santa Cruz, Paulo Godoy, Aclimação, Esmeralda, Jardim Palmeiras, Santos Dumont, Coqueiral, Alto Alegre e Parque Verde.
Projetos Integrados:
- Recriando: Crianças e Adolescentes: Formação, recreação e lazer.Atendeu de 2002 a 2009, 400 crianças e adolescentes;
- Reviver I: FAG da Melhor Idade: Inclusão social - pessoas acima de 60 anos;
- Reviver II: FAG da Melhor Idade: Promoção e prevenção da saúde - pessoas acima de 60 anos;
- Reviver III: FAG Fazendo diferença: Inclusão social - pessoas com necessidades especiais.
O "Programa 3ª Idade" durante o período de 2002 a 2019 realizou a inclusão social de 1.800 idosos e, a partir, de 2009 qualificou 1.500 Adolescentes e Jovens ,entre 14 a 24 anos ,para o Mercado de Trabalho,através do "Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz".




FESTIVAL CULTURAL DE ARTES INTEGRADAS DA 3º IDADE




PROGRAMA DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL: JOVEM APRENDIZ-PAJA
PEQUENAS AÇÕES, GRANDES PROFISSIONAIS
A Fundação implantou em 2009 o Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz, com a finalidade de desenvolver cursos na área Administrativa e de Tecnologia gratuitamente, para 150 adolescentes de 14 (quatorze) a 18 (dezoito) anos incompletos, de ambos os sexos, visando à iniciação profissional, o ingresso no mercado de trabalho e a inserção social, tendo como prioridade o atendimento ao público que se encontra em situação de risco social, que frequentem o Ensino Regular e/ou Ensino Médio das escolas públicas ou privadas.
O Programa é desenvolvido em 2 (dois) anos, com uma carga horária de 2.116 h/a, sendo 580h/a teóricas e 1.536 práticas, ministrado de 2ª a 6ª feira no período de matutino e vespertino e aos sábados no período matutino, para atender as empresas conveniadas.
A proposta pedagógica é constituída de forma multidisciplinar, modular e diversificada:
1 Módulo Básico Preparatório: Formação e Cidadania,
2 Módulo Específico de Administração geral: Automação de Escritório, Noções Básicas de Administração, Contabilidade e Departamento de Pessoal.
3 Módulo de Aprofundamento na área Administrativa Empresarial e Tecnológica. Após a conclusão dos módulos os alunos recebem certificados.
4 Módulo de Tecnologia: Digitação, Windows, Word, Excel, Power point, internet e cursos específicos Adobe, InDesign Cs, Photoshop, Corel Draw e Ilustrador e Manutenção de Computadores.
Projetos com atividades diversificadas com a finalidade ampliar novos conhecimentos e habilidades, como diferencial na formação dos integrantes do programa.
- Formação e Cidadania,
- Língua Estrangeira: Inglês,
- Jovem Talento em SI,
- Comunicação Eficaz - Concurso de Oratória,
- Conhecendo as Profissões,
- Orientação vocacional.
Possui uma estrutura física com salas de aula, laboratório de Informática e auditório, além de um corpo técnico especializado, contendo coordenação pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo, professor de música e assistente social, com parceiras da Faculdade Assis Gurgacz.
Durante o período de 2009 a 2012 atendeu 600 adolescentes na formação cidadã e inserção no mercado de trabalho, através de convênios com as seguintes empresas:
- VK Comércio Ltda,
- Cooperativa de crédito de livre Admissão Cataratas do Iguaçu-SICREDI,
- JOTA ELE Construções Civis Ltda,
- VIAÇÃO NOVA INTEGRAÇÃO Ltda,
- UNESUL de Transportes,
- Amazônia Publicidade Ltda-GTV TV por assinatura,
- HOSPITAL SÃO LUCAS de Cascavel Ltda.
- EUCATUR-Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo Ltda,
- MAGAZINE LUIZA S/A,
- LOJAS COLOMBO S/A,
- B4 Construções Ltda,
- LUZZA E SOUZA Encomendas,
- Cooperativa Central Pesquisa Agrícola-COODETEC,
- Associação Comercial Industrial de Cascavel- ACIC,
- SICOOB-Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Cascavel e Região,
- Hércules Componentes Elétricos Ltda.,
- KHALLEB- hortifrutigranjeiros Ltda,
- ASSOCIAÇÃO DE EDUCAÇÃO FAMILIAR e Social do Paraná,
- CENTRO DE ONCOLOGIA Cascavel Sociedade Simples Ltda- CEONC,
- CONSTRUTORA Morar Bem,
- CONSILOS Industrial Ltda,
- DSR Soluções e Inteligência Logística Ltda,
- BIGOLIN Materiais de Construção Ltda,
- TECH ART-Comércio de Equipamentos Elétricos Ltda,
- STOPETROLEO S/A- Comércio de Derivados de Petróleo
- J.J 200 Transportes Ltda,
- ASGEL - Assis Gurgacz Empreendimentos Ltda,
- UNIPRIME Oeste do Paraná Ltda.
- Rodovia das Cataratas S/A - ECOCATARATAS .




CENTRO DE CONVIVÊNCIA NAIR VENTORIN GURGACZ - PROGRAMA DE CONVIVÊNCIA E FORTALE
A Fundação Assis Gurgacz implantou o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz em 2005 com a finalidade de acolher pessoas idosas que vivem em venerabilidade social. Para atendê-las, desenvolveu um Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que visa resgatar a cidadania, a melhoria da qualidade de vida, geração de renda e a inserção social.
Atende atualmente 100 idosos de ambos os sexos, acima de 60 anos, de segunda a sexta feira em período integral.
A proposta pedagógica é constituída por projetos multidisciplinares, com eixos temáticos de cidadania, saúde, cultura, educação, sexualidade, tecnologia, arte, esporte e lazer.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica. Com um centro de convivência, uma academia de ginástica, um ginásio poliesportivo, salas de aula, laboratório de Informática, fisiologia e farmacologia, auditório e trilha ecológica.
Para atender os beneficiados a Fundação coloca a disposição uma Coordenação Administrativa e Pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música.
Durante o período de 2005 a 2012 a Fundação acolheu e proporcionou o fortalecimento de vínculos sociais de estimados 900 idosos.




PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO SOLIDÁRIA
A Fundação Assis Gurgacz já vem contribuindo no processo de Alfabetização, desde 2000, quando atendeu ao Programa de Alfabetização Solidária/Brasil alfabetizado do Governo Federal, com a finalidade de possibilitar a formação a jovens e adultos dos Estados da Bahia, Piau, Espírito Santo, Pernambuco e Minas Gerais, contribuindo para a mobilização nacional e redução dos índices de analfabetismo no Brasil,
A proposta pedagógica do projeto Federal de Alfabetização Solidária foi desenvolvida durante sete anos, baseada nos pressupostos teórico/prático de Paulo Freire. As atividades foram realizadas no local de origem dos alunos, atendendo, prioritariamente, a áreas pobres, que possuem os maiores índices de analfabetismo definidos em ranking do IBGE, ou ofertada à formação na Instituição conveniada em Cascavel-Paraná.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com salas de aula e auditório da Fundação Assis Gurgacz, além de coordenadores, professores multidisciplinares, acadêmicos, estagiários, auxiliar administrativo, da Faculdade Assis Gurgacz.
O programa atendeu no período de 2000 a 2007 a um público de 16.400 alunos, sendo 9.010 alfabetizados e 7.390 professores capacitados como multiplicadores do Programa de Alfabetização Solidária, atuando em 14 municípios: Ibiracatu, Varzelandia, Encruzilhada, Socorro do Piauí, Pavussu, Alegrete, Belém, Rio Grande do Piauí, Socorro do Piauí, Ribeira do Piauí, Capitão Gervásio de Oliveira, São José do Egito, Brejinho e Goiana.
A Fundação contribuiu para erradicação do analfabetismo no País e para a melhoria das condições de vida dessas pessoas.





PROGRAMA PARANÁ ALFABETIZADO
O Programa Paraná Alfabetizado é uma ação do Governo do Estado do Paraná, desenvolvido em parceria com a Fundação Assis Gurgacz, com o objetivo de garantir a alfabetização aos idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz. As ações do programa estão pautadas na compreensão de que a leitura e a escrita são direitos elementares da cidadania. Desse modo, visa sensibilizar a população não alfabetizada nessa faixa etária a ingressar no universo da educação, superando o analfabetismo, principalmente, tratando-se das pessoas acima de 60 anos que frequentam o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz.
O Programa de alfabetização tem atividades teóricas e práticas, e é voltado para as necessidades dos idosos no seu dia a dia. O material pedagógico foi elaborado pelo Governo do Estado do Paraná, e o atendimento é realizado nas 2ª, 4ª e 6ª feiras, com duas horas de duração, totalizando 6 (seis) horas semanais. Após a conclusão do curso os alunos são certificados.
Possui uma estrutura administrativa e pedagógica, com salas de aula e Centro de Convivência da Fundação Assis Gurgacz.
Conta ainda com o apoio de coordenador pedagógico, professor, monitor social, da Fundação Assis Gurgacz e Secretaria Estadual de Educação.
O programa, no período de 2010 a 2012, atendeu a quatro turmas, totalizando 60 alunos idosos alfabetizados no município de Cascavel.
Essa ação facilita o acesso das pessoas idosas às suas ações diárias e contribui na erradicação do analfabetismo no município.




AÇÃO INTEGRADA PELA CIDADANIA
O Programa teve seu início com atividades integradas, com a finalidade de oferecer projetos sociais gratuitamente à comunidade, atendendo Crianças e adolescentes na faixa etária de 7 (sete) a 14(quatorze) anos, Jovens, família, idosos e pessoas com necessidades especiais da comunidade que se encontram em vulnerabilidade social, com objetivo de resgatar a cidadania, as atitudes éticas pelo compromisso social, a inserção no ambiente sociocultural e pela participação em vivências comunitárias, o ingresso no mercado de trabalho pela formação e/ou requalificação profissional e a geração de emprego e renda pela participação em empreendimentos coletivos.O programa tem um caráter formativo que pressupõe a superação do trabalho meramente assistencialista. As suas ações são pautadas de acordo com a LOAS - Lei Orgânica de Assistência Social, que em seu art. 2º destaca à proteção à família, à infância, a adolescência, a velhice, às pessoas com necessidades especiais e a promoção da integração ao mundo de trabalho, visa o enfrentamento da pobreza e a universalização dos direitos sociais.A proposta pedagógica é constituída de projetos multidisciplinares, com núcleos de cidadania, formação educacional e profissional, saúde, meio ambiente, tecnologia, família, sexualidade, cultura, esporte e lazer e qualidade de vida.Possui uma Estrutura Física, administrativa e pedagógica, com salas de aula, laboratório de Informática, laboratório de farmacologia, laboratório de fisiologia, Centro de Convivência, academia, Laboratório Pedagógico/brinquedoteca, auditório e ginásio poliesportivo.Recursos humanos especializados, composto de professores multidisciplinares, coordenação, acadêmicos, educador físico, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música em parceria com o Centro Universitário FAG. A sua abrangência atinge todos os bairros do município de Cascavel e prioritariamente os que se encontram no entorno da Fundação, como Santo Onofre, Santa Cruz, Paulo Godoy, Aclimação, Esmeralda, Jardim Palmeiras, Santos Dumont, Coqueiral, Alto Alegre e Parque Verde.
Projetos Integrados:
- Recriando: Crianças e Adolescentes: Formação, recreação e lazer. Atendeu de 2002 a 2009, 400 crianças e adolescentes;
- Reviver I: FAG da Melhor Idade: Inclusão social - pessoas acima de 60 anos;
- Reviver II: FAG da Melhor Idade: Promoção e prevenção da saúde - pessoas acima de 60 anos;
- Reviver III: FAG Fazendo diferença: Inclusão social - pessoas com necessidades especiais.
O "Programa 3ª Idade" durante o período de 2002 a 2018 ,realizou a inclusão social de 1.800 idosos e a partir de 2009 através do "Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz", qualificou 1.500 Adolescentes e Jovens ,entre 14 a 24 anos ,para o Mercado de Trabalho .




PROGRAMA DE APRENDIZAGEM PROFISSIONAL JOVEM APRENDIZ
A Fundação implantou em 2009 o Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz, com a finalidade de desenvolver cursos na área Administrativa e de Tecnologia gratuitamente, com 150 vagas para adolescentes de 14 (quatorze) a 24 (vinte e quatro) anos incompletos, de ambos os sexos, visando à iniciação profissional, a permanência no mercado de trabalho e a inserção social, tendo como prioridade o atendimento ao público que se encontra em situação de risco social, que frequentem o Ensino Regular e/ou Ensino Médio das escolas públicas ou privadas.O Programa é desenvolvido em 2 (dois) anos, com uma carga horária de 1.840h/a, sendo 552h/a teóricas e 1.288 práticas, ministrado de segunda a sexta-feira , no período de matutino e vespertino, para atender as empresas conveniadas. A proposta pedagógica é constituída de forma multidisciplinar, modular e diversificada.
Módulos Básicos: Formação e Cidadania, Comunicação Oral e Escrita, Matemática, Meio Ambiente, Saúde, Inclusão Digital, Relações Humanas no Trabalho, Organização Empresarial, Direitos Trabalhistas Previdenciários, Educação Financeira e para o Consumo, Educação Fiscal, Segurança Pública voltada para Adolescentes e Jovens, Uso indevido de Álcool, tabaco e outros. Módulos Específicos de Administração de Empresa em geral: Automação de Escritório, Noções Básicas de Administração, Departamento de Pessoal, Contabilidade, Arquivista, Almoxarife e Continuo/Office-Boy/Office-Girl .
Projetos com atividades diversificadas com a finalidade ampliar novos conhecimentos e habilidades, como diferencial na formação dos integrantes do programa:- Formação e Cidadania, - Língua Estrangeira: Inglês ,- Jovem Talento em SI, - Comunicação Eficaz - Concurso de Oratória,- Conhecendo as Profissões,- Orientação vocacional, -Olimpíadas de Matemática,-Aprendiz de Ouro.
Possui uma estrutura física com salas de aula, laboratórios de Informática, auditório, além de um corpo técnico especializado, contendo coordenação pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo, professor de música e assistente social, com parceiras do Centro Universitário.Durante o período de 2009 a 2018 qualificou 1.500 Adolescentes e Jovens para o Mercado de Trabalho, através de Convênios com as seguintes Empresas:
ALFAMA ALIMENTOS LTDA
AMAZÔNIA PNEUS LTDA
ASGEL - ASSIS GURGACZ EMPREENDIMENTOS LTDA
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE CASCAVEL - ACIC
ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS DO SISTEMA INTEGRADO MUNICIPAL DE CASCAVEL - VALE SIM
ASSOCIAÇÃO DE EDUCAÇÃO FAMILIAR E SOCIAL DO PARANÁ - AEFSPR
ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS EXCEPCIONAIS DE CASCAVEL - APAE
ATACADO BELAMODA DE CONFECÇÕES LTDA
BIGOLIN MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA
BOTELHO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS - LOKATELL LTDA
CASCAVEL PARANÁ CONSTRUÇÕES LTDA
CATARATAS FABRICAÇÃO DE COLCHÕES LTDA
CENTRO DE ONCOLOGIA CASCAVEL LTDA - CEONC
CIMENTEL
COCAPASA - CONSTRUÇÕES PAVIMENTAÇÕES E SANEAMENTO LTDA - ME
CONCEITO BRASIL ENGENHARIA LTDA
CONCEITO ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA
CONSTRUTORA ABAPAN LTDA
CONSTRUTORA GUILHERME LTDA
CONSTRUTORA BROCK LTDA
CONSTRUTORA JOTA ELE
COODETEC - DESENVOLVIMENTO, PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO AGRÍCOLA LTDA
COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO CATARATAS DO IGUAÇU - SICREDI
COSTA OESTE CONSTRUÇÕES LTDA
D.C FELIX COMÉRCIO DE ARTIGOS DO VESTUÁRIO LTDA
EUCATUR EMPRESA UNIÃO CASCAVEL DE TRANSPORTE E TURISMO LTDA
EXPRESSO SÃO MIGUEL LTDA
EXPRESSO SANTA TEREZA LTDA
FIPAL ADMINISTRADORA DE CONSÓRCIOS LTDA
FIPAL DISTRIBUIDORA DE VEÍCULOS LTDA
FIPAL LOCADORA DE VEÍCULOS LTDA
FUNDAÇÃO CANAL 20
FUNDAÇÃO HOSPITALAR SÃO LUCAS
GASTROCLÍNICA CASCAVEL LTDA
GLOBOAVES SÃO PAULO AGROAVÍCOLA LTDA
GOVERNANÇA BRASIL S/A TECNOLOGIA E GESTÃO EM SERVIÇOS
GRUPO PROTEGE - PROFORTE
HÉRCULES COMPONENTES ELÉTRICOS LTDA.
HOSPITAL E MATERNIDADE DR. LIMA LTDA
HUBER DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS LTDA
ÍNDIO PRODUTOS ÓPTICOS LTDA
INFASA INDÚSTRIA DE FARINHAS S.A
INSTITUTO DE INTEGRAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL
INSTITUTO DE RADIOLOGIA CASCAVEL
I.RIEDI E CIA LTDA
JAT ELETRÔNICA
JOTA ELE CONSTRUÇÕES CIVIS LTDA
JOTAVEL MOTORES E MATERIAIS ELÉTRICOS
KRUM CONSTRUÇÕES E INCORPORAÇÕES LTDA
LABORATÓRIO DE ANATOMIA PATALÓGICA DO OESTE - APC
LAR COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL
LONA AZUL TRANSPORTES LTDA
MASTER VÍDEO PRODUÇÃO LTDA
MOINHO IGUAÇU AGROINDUSTRIAL LTDA
ORBITAL TINTAS VIÁRIAS LTDA
PERFILADOS VANZIN LTDA
PIONEIRA DE TRANSPORTES S/A
PLAZA VEÍCULOS E SERVIÇOS LIMITADAS
POSSOLI CAMINHÕES LTDA
PROFORTE S/A TRANSPORTES DE VALORES
R.CASTRO COMÉRCIO DE MATERIAIS ELÉTRICOS LTDA
RÁDIO TELEVISÃO TAROBÁ
ROBERTO DE LIMA ME - PANIFICADORA ESQUINA DO PÃO
RODOMAX TRANSPORTES LTDA
RODOVIA DAS CATARATAS S/A - ECOCATARATAS
SETADIGITAL
SEVENCON TECELAGEM E CONFECÇÕES LTDA
SHARK DISTRIBUIDORA DE TRATORES E PEÇAS LTDA
SK AUTOMOTIVE DISTRIBUIDORA DE AUTO PEÇAS LTDA
STOPETRÓLEO S.A. COMÉRCIO DE DERIVADOS DE PETRÓLEO
TINTASUL DISTRIBUIDORA DE TINTAS LTDA
TINTAVEL
TRANSPORTADORA PRA FRENTE BRASIL
TRANSPORTADORA TRÊS PALMEIRAS LTDA
TRANSPORTES RODOVIÁRIOS VALE DO PIQUIRI - TRANSVALE
UNESUL DE TRANSPORTES LTDA
VIAÇÃO NOVA INTEGRAÇÃO LTDA
VILLAGE CONSTRUÇÕES LTDA
VK COMÉRCIO DE CONFECÇÕES LTDA - LOJA GAÚCHA
V.MULLER E CIA LTDA
WEALTH SYSTEMS INFORMÁTICA LTDA




CENTRO DE CONVIVÊNCIA NAIR VENTORIN GURGACZ - PROGRAMA DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS PARA PESSOA IDOSA
Fundação Assis Gurgacz atende idosos desde 2003 e implantou em 2005 o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz com a finalidade de acolher pessoas idosas que vivem em vulnerabilidade social no Município de Cascavel. Para atendê-las, desenvolveu um Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Pessoa Idosa, que visa resgatar a cidadania, a melhoria da qualidade de vida, geração de renda e a inserção social. Atende atualmente 100 idosos de ambos os sexos, acima de 60 anos, de segunda a sexta feira em período integral.A proposta pedagógica tem uma carga horaria de 1.440h/a, constituída por projetos multidisciplinares, com eixos temáticos de formação e cidadania, saúde, cultura, educação, inclusão digital, Psicoterapia, Artes, Música, Jogos de mesa, caminhada orientada, musculação, espiritualidade, sexualidade, esportes adaptados para 3ª idade e lazer. Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica. Com um Centro de Convivência, uma academia de ginástica, um ginásio poliesportivo, salas de aula, laboratórios de Informática, fisiologia e farmacologia, auditórios e trilha ecológica.Para atender os usuários a Fundação coloca a disposição uma Coordenação Administrativa e Pedagógica, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo, assistente social, professor de música, cozinheira e auxiliares de limpeza. Durante o período de 2002 a 2018 a Fundação acolheu e proporcionou o fortalecimento de vínculos sociais de estimados 1.800 idosos.




CAPACITAÇÃO PARA TRABALHAR COM A 3ª IDADE
O projeto de capacitação para trabalhar 3ª idade foi implantado em 2005 a 2007 com a finalidade de atender os serviços governamentais e organizações não governamentais do município de Cascavel e região, oportunizando aos coordenadores, líderes e leigos, um aprofundamento teórico e prático sobre a 3ª idade, nos aspectos biológicos, psicológicos, sociais e culturais.
Com um público alvo de líderes comunitários, coordenadores da 3ª idade, acadêmicos, professores, agentes de pastorais, voluntários, conselheiros de Assistência Social, Conselheiros do idoso, Secretários de Assistência social, dirigentes socais comunitários e coordenadores de organizações governamentais e não governamentais.
A proposta pedagógica do curso de capacitação contém 148horas de aulas teóricas e práticas, com duração de 4 meses, com 30 alunos por turmas, através de 3 módulos Vida e Saúde na 3ª idade, Educação/Assistência Social e Comunicação e Arte na 3ª idade, dinâmicas de práticas sociais. Após o término do curso os participantes foram certificados.
Estrutura Física, administrativa e pedagógica com sala de aula, laboratório de informática, auditório, quadra de esporte e Centro de Convivência.
Com recursos humanos constituído de um corpo docente de doutores, mestres e especialistas e profissionais de áreas específicas, como coordenador, nutricionista, assistente social, psicólogo, pedagogo, enfermeira, Administrador, fisioterapeuta, Sociólogo, Prof. de Artes, professor de Educação Física, Professor de dança, professor de teatro, professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo, com parceria da Faculdade Assis Gurgacz.
O período 2005 a 2012, foram realizadas 2 turmas com 30 alunos cada. Referencial de atendimento na 3ª idade em Cascavel e da Região Oeste do Paraná.




FORMAÇÃO E CIDADANIA
O Projeto de formação e cidadania surgiu em 2003, visa resgatar a cidadania, o pleno desenvolvimento do ser humano, promovendo crescimento social, conhecimento sobre os direitos fundamentais, direitos socioambientais, direitos à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade de direitos, direitos civis, políticos e sociais.
O Projeto também destaca os deveres e responsabilidades do cidadão frente à sociedade, pautado em princípios éticos, o respeito mútuo, solidariedade, justiça, não-violência /uso do diálogo, acolhimento do outro com suas diferenças, potencialidades e dificuldades.
Atende 100 idosos acima de 60 anos e 150 adolescentes de 14 a 17 anos incompletos, de ambos os sexos, que se encontram em vulnerabilidade social na comunidade.
As ações pedagógicas são constituídas por curso multidisciplinares, desenvolvendo os eixos temáticos: cidadania, ética, meio ambiente, saúde, cultura e educação, sexualidade, tecnologia, arte, esporte e o lazer, com fins sociais e culturais.
Possui uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um centro de convivência, salas de aula, laboratório de Informática, auditório.
Com um recurso humano constituído por uma coordenação Administrativa, Pedagógica e Social, professores multidisciplinares, acadêmicos, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e assistente social.
Já foram atendidos na sede da Fundação 2.800 adolescentes e idosos de ambos os sexos, para resgatar a promoção humana em tempo de exclusão social e desumanização do homem.







A ARTE DE BEM ENVELHECER
O Projeto Arte de bem envelhecer teve início 2003 a 2012, com a finalidade de atender idosos do Programa Ação Integrada pela Cidadania, mantido pela Fundação Assis Gurgacz, visando a discussão sobre o envelhecimento nos seus aspectos físicos, emocionais e sociais, buscando promover a qualidade de vida e saúde mental dos participantes do programa, um público de 100 pessoas idosas acima de 60 anos de idade.
As atividades são desenvolvidas em encontros semanais de forma grupal e individual, com palestras, dinâmicas de grupo, teatrais e lúdicas, com profissionais e acadêmicos do curso de Psicologia do Centro Universitário FAG.
Possui uma estrutura física, administrativa, pedagógica com sala de aula, auditório e Centro de Convivência.
O recurso humano é constituído de Coordenador, psicólogo, pedagogo, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
O projeto já atendeu 1.800 pessoas idosas, no período 2003 a 2018, garantindo conhecimento sobre o envelhecimento e auto aceitação.




PROJETO DE ASSESSORIA JURÍDICA POPULAR - CAJUP
O Núcleo de Prática Jurídica da FAG (NPJ) iniciou as atividades em 2005, com a finalidade de atender a comunidade carente por meio de Assistência Judiciária Gratuita, visando à solução dos conflitos nas áreas da família, civil, criminal, juízo especial e atendimentos comunitários, previdenciários e penitenciários, além de oferecer apoio psicológico. O público alvo é jovens, adultos e idosos da comunidade que vivem em situação de vulnerabilidade social. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min. Possui uma estrutura física própria, localizada na Avenida Tancredo Neves, nº 131, e conta com suporte administrativo e pedagógico, sobre supervisão de professores e advogados. O Programa já realizou no período de 2005 a 2018, aproximadamente 20.756 atendimentos gratuitos para a comunidade. Mensalmente atende, em média, 50 casos judiciais, entre nomeações, atendimentos da área cível, familiar e penal. Dessa forma, somam-se mais de 12 mil casos já atendidos desde a sua criação. A democratização do acesso à assistência judiciária gratuita, para a população carente de Cascavel, também é uma importante ação de responsabilidade social que a FAG implantou.




PROJETO DE SAÚDE INTEGRADO
A Clínica foi instituída em 2004 com a finalidade de atender pessoas de camadas sociais vulneráveis, contribuindo para o bem-estar social das pessoas residentes na cidade de Cascavel e Região.O público atendido são crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, que são encaminhados nas diversas áreas de especialidades: Fisioterapia Pediátrica, Neurologia, Ortopedia, Cardiorrespiratória, Hidrocinesioterapia, Uroginecologia e Obstetrícia, Terapia Manual, Nutrição, Psicologia, Fonoaudiologia, Estética e Cosmética, Farmácia, Enfermagem, Medicina e reabilitação física. A essas pessoas é ofertado um atendimento multidisciplinar e interdisciplinar nas respectivas áreas da saúde. Possui uma estrutura com Clínica, laboratórios, sala de aulas, consultórios e área de atendimento ao público.Seu corpo técnico é constituído de professores, coordenadores, técnicos, acadêmicos, assistente social, profissionais da saúde ou de áreas afins.Desde 2004, a clínica de Saúde Integrada atende diariamente, em média, 300 pacientes entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, do município de Cascavel e região.Hoje já é um centro de referência no atendimento à comunidade na área de reabilitação, em Cascavel e na região Oeste do Paraná.
a) ATENDIMENTO NO CENTRO DE REABILITAÇÃO
b) ATENDIMENTO FISIOTERAPÊUTICO PARA O PROGRAMA DA 3ª IDADE
c) ATENDIMENTO DE ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL
d) ATENDIMENTO DE PSICOLÓGICO: CEMIC; APAE; CASM; CAPS-AD, ESCOLAS MUNICIPAIS E ESTADUAIS E À COMUNIDADE EM GERAL.
e) ATENDIMENTO DE FONOAUDIOLOGIA
f) ATENDIMENTO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA
g) ATENDIMENTO DE FARMÁCIA
h) ATENDIMENTO MÉDICO /AMBULATORIAL
i) ATENDIMENTO DE ENFERMAGEM




ESPORTE ADAPTADO COMO MOTIVADOR PARA REABILITAÇÃO FISICA.
O projeto surgiu em 2005, partindo do conceito de que a cidadania se sedimenta e as conquistas sociais avançam, torna-se necessário uma maior autonomia para pessoas com necessidades especiais, como direito universal do ser humano e do principio que todos têm um papel preestabelecido a ser exercido na sociedade.
O programa de atender jovens e adultos com a finalidade de realizar a inclusão social e a recuperação no tratamento fisioterapêutico através de atividades esportivas recreativas, como forma de agente motivador no atendimento na clínica de fisioterapia da FAG, com apoio de profissionais de educação física, nutrição e psicologia, para buscar a mobilização e integração da pessoa com necessidades especiais, através de atividades físicas.
A proposta pedagógica do programa é constituída de dança, por uma equipe multidisciplinar desenvolvido por profissionais da área e acadêmicos colaboradores da Faculdade Assis Gurgacz-FAG. Sendo três vezes por semana com duração de 8(oito) horas semanais, dividido em atividades de basquetebol, musculação, fisioterapia e acompanhamento psicológico e nutricional,
Conta com um ginásio poliesportivo, academia, laboratório de fisiologia, oferece ainda o equipamento cadeira de rodas, para facilitar a locomoção dos beneficiários.
Foram atendidas duas equipes compostas de 12 atletas cadeirantes, no período de 2005 a 2006, possibilitando a democratização do acesso ao esporte, a superação de limites e minimizando preconceitos.




PROGRAMA DE ALFABETIZAÇÃO SOLIDÁRIA
A Fundação Assis Gurgacz já vem contribuindo no processo de Alfabetização, desde 2000, quando atendeu ao Programa de Alfabetização Solidária/Brasil alfabetizado do Governo Federal, com a finalidade de possibilitar a formação a jovens e adultos dos Estados da Bahia, Piau, Espírito Santo, Pernambuco e Minas Gerais, contribuindo para a mobilização nacional e redução dos índices de analfabetismo no Brasil,
A proposta pedagógica do projeto Federal de Alfabetização Solidária foi desenvolvida durante sete anos, baseada nos pressupostos teórico/prático de Paulo Freire. As atividades foram realizadas no local de origem dos alunos, atendendo, prioritariamente, a áreas pobres, que possuem os maiores índices de analfabetismo definidos em ranking do IBGE, ou ofertada à formação na Instituição conveniada em Cascavel-Paraná.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com salas de aula e auditório da Fundação Assis Gurgacz, além de coordenadores, professores multidisciplinares, acadêmicos, estagiários, auxiliar administrativo, da Faculdade Assis Gurgacz.
O programa atendeu no período de 2000 a 2007 a um público de 16.400 alunos, sendo 9.010 alfabetizados e 7.390 professores capacitados como multiplicadores do Programa de Alfabetização Solidária, atuando em 14 municípios: Ibiracatu, Varzelandia, Encruzilhada, Socorro do Piauí, Pavussu, Alegrete, Belém, Rio Grande do Piauí, Socorro do Piauí, Ribeira do Piauí, Capitão Gervásio de Oliveira, São José do Egito, Brejinho e Goiana.
A Fundação contribuiu para erradicação do analfabetismo no País e para a melhoria das condições de vida dessas pessoas.




DIA INTERNACIONAL DO IDOSO
Os Idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz,da Fundação Assis Gurgacz,comemoram o dia do Idoso celebrado no 01 de outubro em grande estilo.O evento é marcado por uma grandiosa festa com muita música,dança e descontração para animar o público.É realizado um concurso de dança que faz com que os idosos exercitem o corpo,a mente e compartilham bons momentos de socialização e de interação com os colegas.





ECO REFLEXÃO - CELEBRAÇÃO DA MISSA SERTANEJA UNIVERSITÁRIA
A missa sertaneja teve a sua 1ª edição em 04 de outubro 2012, dia do Padroeiro São Francisco de Assis, com a finalidade de refletir sobre a preservação ambiental e homenagear o patrono dos animais e da natureza e Padroeiro da Fundação Assis Gurgacz, o dia do Engenheiro Agrônomo e do Médico Veterinário, além de valorizar o homem do campo, a cultura tradicional do sertanejo e o do agropecuarista, celebrando também o alimento por estes produzidos, fortalecendo a identidade com a comunidade, com parceria dos colegiados de Agronomia e Medicina Veterinária do Centro Universitário FAG. Com um público alvo de diretores, coordenadores, funcionários, professores, acadêmicos e familiares, participantes dos programas sociais da Fundação Assis Gurgacz (adolescentes, idosos e familiares) e comunidade. A proposta continha uma litúrgica especial sobre a cultura do homem sertanejo, formada em grande parte por paródia de músicas sertanejas de raiz, berrante, com ensaio de música, preparação do coral, decoração temática, preparação de ofertas voltadas a produção homem do campo, benção, procissão e distribuição do pão de são Francisco de Assis aos participantes da celebração.Com uma estrutura física, administrativa e pedagógica com um ginásio poliesportivo, sala de aula, Centro de Convivência, hospital veterinário.Possui um recurso humano constituído de Coordenador geral, coordenadores dos cursos, professor de música, acadêmicos, educador social, auxiliar administrativo, coral, tocador de berrante, equipe litúrgica, Padre, animador, comentarista. A sua 1ª edição ocorreu em 2012 e teve um público estimado de 1.000 participantes e a 2ª edição ocorreu em 2015, também com um público estimado de 1.000 participantes, envolvendo a participação da família na vida acadêmica, valorização do campo e integração acadêmica com a sociedade. 




BOCHA CAMPEIRA DE QUILOMETRO
O Projeto iniciou suas atividades em 2011, proporcionando um momento recreativo e diferenciado para as pessoas idosas que frequentam o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, visando à integração, a socialização e o gosto pela modalidade esportiva, através de campeonatos internos e externos.
1ª etapa: um período preparatório de treinamento coletivo destinado para aprendizagem sobre a bocha campeira.
2ª etapa: será realizado de forma individual para o exercício da prática através de formação de duplas.
3ª etapa: participação em campeonatos internos e torneios externos com a comunidade desta faixa etária.
Possui uma estrutura física administrativa, pedagógica, sala de aula, campo de futebol e Centro de Convivência. Tem um recurso humano constituído de professores, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.No período de 2011 a 2018 já realizou vários campeonatos internos e externos de bocha campeira, com os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz e com a comunidade. Democratizando o acesso a esta nova modalidade esportiva (jogo de bocha campeira quilômetro) e fortalecimentos de vínculos entre esta faixa etária. 




PROJETO ESPORTIVO E RECREATIVO INTEGRADO PARA A 3ª IDADE
O Projeto iniciou suas atividades em 2003, com a finalidade de proporcionar atendimento para as pessoas idosas tanto no aspecto biológico, quanto no aspecto social e psicológico, oportunizando também experiências e conhecimentos técnicos científicos para os acadêmicos do curso de Educação Física do Centro Universitário FAG, desenvolvendo atividades físicas, recreativas, esportivas e motivacionais para pessoas idosas, promovendo o bem estar social e qualidade de vida. As ações do projeto são realizadas semanalmente, com uma proposta pedagógica constituída de atividades de aquecimento e alongamento jogos recreativos, atividades rítmicas e expressivas e esportes adaptados como voleibol, basquetebol, handebol, futsal, tênis, tênis de mesa, peteca, e atividades de relaxamento, com professores e acadêmicos do curso de Educação Física, do Centro Universitário FAG. Possui uma estrutura física, administrativa, pedagógica e técnica, ginásio poliesportivo, academia e sala de aula. O projeto já atendeu no período de 2003 a 2018 cerca de 1.800 idosos. Sendo que iniciou suas atividades com 50 participantes em 2004 e esta sendo executado até hoje, atendendo 100 idosos anualmente. Desta forma garantindo a democratização do acesso à qualidade de vida e ao bem estar social.




JOGOS DE MESA
O Projeto de jogos mesa teve início 2005, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz promovendo a socialização e a interação entre os idosos. Pois ,os jogos de mesa são excelentes ferramentas que constrói e exercita a paciência, aumenta atenção e concentração, desperta a curiosidade, aguça a imaginação, ameniza a ansiedade, promove também o respeito, a tolerância e tem caráter lúdico e prazeroso.Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
O Projeto é realizado em três etapas:
1ª etapa: um período preparatório de treinamento coletivo destinado para aprendizagem sobre os jogos de mesa.
2ª etapa: prática através de formação de duplas e quartetos. 
3ª etapa: participação em campeonatos internos e torneios externos com a comunidade desta faixa etária.
A estrutura física é constituída em um e Centro de Convivência e sala de aula.O recurso humano composto por professor de Educação Física, acadêmicos, educador social.No período de 2005 a 2018 já foram atendidos 1.800 idosos, democratizando o acesso aos jogos de mesa e fortalecendo vínculos entre esta faixa etária, exercitando a memoria e retardando o envelhecimento.




TREINAMENTO DE FORÇA PARA IDOSO MUSCULAÇÃO
O Projeto de treinamento de força musculação teve seu início 2003, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, oferecendo treinamento de força, aumentando as capacidades funcionais, a diminuição de sobrepeso e obesidade, aumentando a massa muscular e a força, fortalecendo tendões e ligamentos, melhora da postura, fortalecimento do músculo cardíaco, diminuição do estresse e independência para realização das atividades cotidianas e retardando o processo degenerativo do envelhecimento humano.
Para um público de 100 pessoas acima de 60 anos.
O Projeto se pauta no sistema de periodização de treinamento, com a finalidade de desenvolver avaliações físicas, identificando o perfil biológico do grupo e a prescrição de exercícios físicos respeitando suas individualidades.
Composta por uma estrutura física com uma academia, ginásio poliesportivo, laboratório de fisiologia, sala de aula e Centro de Convivência.
O recurso humano constituído de professor de Educação Física, acadêmicos, educador social.
No período de 2003 a 2018 já foram atendidos 1.800 idosos, democratizando o acesso ao exercício físico orientado gratuitamente, a melhoria da qualidade de vida da pessoa idosa e a independência ao realizar atividades da vida diária.




CORPO EM MOVIMENTO - CAMINHADAS ORIENTADAS.
O Projeto Corpo em movimento Caminhadas orientadas teve seu início em 2003, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz, proporcionando a prática de atividade física, prevenindo as doenças decorrentes da falta de exercícios, visando à redução do estresse, da tensão e ansiedade, melhorando a autoestima, o condicionamento físico, a circulação sanguínea e o fortalecimento do músculo cardíaco.Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos.O projeto iniciou com 50 pessoas idosas e atualmente atende 100 participantes, realizado duas vezes por semana, com uma proposta pedagógica constituída de atividades de aquecimento e alongamento, em seguida os participantes são divididos em dois grupos:
GRUPO 1: Realiza a caminhada de aproximadamente 25 à 30 minutos no percurso longo, sem intervalos para descansar e recuperar.
GRUPO 2: Realiza a caminhada de aproximadamente 25 à 30 minutos, em um percurso em curto de ida e volta pelo mesmo trajeto, com intervalos para realizar exercícios de relaxamento dinâmicos para diminuir a frequência cardíaca.
Os grupos são divididos de acordo com a distância percorridos no teste de caminhada (6 minutos) e patologias. Realiza-se também o controle da frequência cardíaca, mensurada antes e após a caminhada, ao final é realizado atividades de relaxamento, com professores e acadêmicos do curso de Educação Física, do Centro Universitário-FAG. Composta por uma estrutura física de uma trilha ecológica, Centro de Convivência e ginásio poliesportivo.Possui um recurso humano constituído por professor de Educação Física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.No período de 2003 a 2018 já foram atendidos 1.800 pessoas idosas, democratizando o acesso a uma atividade física orientada gratuitamente, contribuindo para o envelhecimento ativo e saudável.




ARTES NA 3ª IDADE
O projeto de artes multidisciplinar vem sendo de promovido desde, 2005, com a finalidade oportunizar o teatro, a dança e a música para pessoas idosas, possibilitando a expressão, interpretação, composição, representação e criação, estimulando à concentração, a memoria, a autoestima, a socialização a criatividade e preservação da saúde física, emocional e mental, desenvolvendo a expressão corporal, artística e lúdica a pessoa idosa.
Com um público alvo de 100 idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz.
A proposta pedagógica se constitui de trabalhos coletivos e individuais, com atividades que permeiam os eixos da arte como o teatro, a música e a dança, através de pesquisas, estudos dirigidos, ensaio e apresentações artísticas.
Como uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com um auditório, sala de aula, ginásio poliesportivo e Centro de Convivência.
Recurso Humano constituído de professor de música, professor de educação física, pedagogo, professor de artes plásticas, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2005 a 2018, já foram atendidas 1.800 pessoas acima de 60 anos, realizando a Inclusão social e fortalecimento de vínculos afetivos emocionais.




CORAL HARMONI/FAG
O Projeto de coral Harmoni -FAG teve início 2005 e é praticado até hoje, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o centro de convivência Nair Ventorin Gurgacz, estimulando a expressão musical e as emoções como uma linguagem privilegiada através da qual os seres humanos se comunicam entre si, proporcionando o crescimento intelectual, musical e cultural do idoso, experiências, o potencial criativo e produtivo.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
O projeto é realizado uma vez por semana, com uma proposta pedagógica constituída de atividades que trabalham o timbre, a entonação e a participação sensível e corporal presentes no ato de cantar. As aulas também serão compostas por estudos teóricos musicais e instrumentais, tais como violão e flauta.
Estrutura Física é constituída de administrativa e pedagógica, com auditório, sala de aula e Centro de Convivência.
O recurso humano se constitui de professor de música, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período 2005 a 2018, já foram atendidos 1.800 idosos, encantando, levando alegria e mexendo com as emoções das pessoas na sociedade.




BAZAR SOLIDÁRIO DA VOVÓ
O projeto vem sendo desenvolvido desde 2005, com a finalidade de oportunizar a geração de renda para os idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, que contribuirá no orçamento dos idosos, visando à melhoria da qualidade vida e a inserção social.
Com um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos idade do Centro de Conivência.
A proposta se constitui de cursos de capacitação, com pesquisas, palestras, estudos dirigidos, oficinas multidisciplinares e prática de produção de artesanatos, com o resultado desta prática são realizadas exposições periodicamente do bazar conforme a demanda e oportunidade.
Com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com sala de aula, Centro de Convivência e um espaço para exposição do bazar.
Recursos Humanos constituídos de coordenador, professor de arte, pedagogo, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período 2005 a 2018, já atendeu 1.800 pessoas acima de 60 anos, oportunizando a geração de renda e produtividade dos idosos.




FESTA JUNINA
O Projeto de Festa Junina teve início 2005 e é praticado até hoje, com a finalidade de atender idosos e que frequentam o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz, visando integração dos idosos e promoção do conhecimento da cultura folclórica e dos costumes regionais.
Para um público alvo de 100 pessoas acima de 60 anos, do Centro de Convivência.
A proposta pedagógica é constituída por pesquisas, ensaios, confecção de decoração temática, conhecendo e cantando canções de festa junina e realizando apresentações coreográficas temáticas internas e externas, com a participação dos idosos na organização e na execução da festa junina.
Conta com uma estrutura física, administrativa e pedagógica, com sala de aula, laboratório de informática, quadra de esporte e Centro de Convivência.
Possui um recurso humano constituído de professor de música, professor de educação física, acadêmicos, educador social e auxiliar administrativo.
No período de 2005 a 2018, já foram atendidos 1.800 idosos, nesta atividade, oportunizando cultura e interação social.




AÇÃO INTEGRADA PELA CIDADANIA
O Programa teve seu início com atividades integradas, com a finalidade de oferecer projetos sociais gratuitamente à comunidade, atendendo Crianças e adolescentes na faixa etária de 7 (sete) a 14(quatorze) anos, Jovens, família, idosos e pessoas com necessidades especiais da comunidade que se encontram em vulnerabilidade social, com objetivo de resgatar a cidadania, as atitudes éticas pelo compromisso social, a inserção no ambiente sociocultural e pela participação em vivências comunitárias, o ingresso no mercado de trabalho pela formação e/ou requalificação profissional e a geração de emprego e renda pela participação em empreendimentos coletivos.O programa tem um caráter formativo que pressupõe a superação do trabalho meramente assistencialista. As suas ações são pautadas de acordo com a LOAS - Lei Orgânica de Assistência Social, que em seu art. 2º destaca à proteção à família, à infância, a adolescência, a velhice, às pessoas com necessidades especiais e a promoção da integração ao mundo de trabalho, visa o enfrentamento da pobreza e a universalização dos direitos sociais.A proposta pedagógica é constituída de projetos multidisciplinares, com núcleos de cidadania, formação educacional e profissional, saúde, meio ambiente, tecnologia, família, sexualidade, cultura, esporte e lazer e qualidade de vida.Possui uma Estrutura Física, administrativa e pedagógica, com salas de aula, laboratório de Informática, laboratório de farmacologia, laboratório de fisiologia, Centro de Convivência, academia, Laboratório Pedagógico/brinquedoteca, auditório e ginásio poliesportivo.Recursos humanos especializados, composto de professores multidisciplinares, coordenação, acadêmicos, educador físico, educador social, monitores, estagiários, auxiliar administrativo, psicólogo e professor de música em parceria com o Centro Universitário FAG. A sua abrangência atinge todos os bairros do município de Cascavel e prioritariamente os que se encontram no entorno da Fundação, como Santo Onofre, Santa Cruz, Paulo Godoy, Aclimação, Esmeralda, Jardim Palmeiras, Santos Dumont, Coqueiral, Alto Alegre e Parque Verde.
Projetos Integrados:
- Recriando: Crianças e Adolescentes: Formação, recreação e lazer.Atendeu de 2002 a 2009, 400 crianças e adolescentes;
- Reviver I: FAG da Melhor Idade: Inclusão social - pessoas acima de 60 anos;
- Reviver II: FAG da Melhor Idade: Promoção e prevenção da saúde - pessoas acima de 60 anos;
- Reviver III: FAG Fazendo diferença: Inclusão social - pessoas com necessidades especiais.
O "Programa 3ª Idade" durante o período de 2002 a 2018 realizou a inclusão social de 1.800 idosos e, a partir, de 2009 qualificou 1.500 Adolescentes e Jovens ,entre 14 a 24 anos ,para o Mercado de Trabalho,através do "Programa de Aprendizagem Profissional Jovem Aprendiz".




FESTA DO CENTRO DE CONVIVÊNCIA
É com alegria e bom humor que o Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz celebra o seu aniversário.O Centro de Convivência mantida pela Fundação Assis Gurgacz há 13 anos,nasceu com a finalidade de acolher idosos que vivem em vulnerabilidade social em Cascavel. Já atendeu aproximadamente 1.800 idosos, que moram entorno da Fundação e das demais regiões do Município de Cascavel.Este espaço, possibilita aos idosos se encontrarem,fazerem amigos,praticarem exercícios físicos para o corpo e para mente e sentirem-se acolhidos,valorizados,respeitados,interagindo na sociedade, como cidadão de direito.Para isso,a Fundação busca realizar as suas ações através de intervenções socioeducativas,fortalecendo a Convivência Social,o Direito de ser e de Participar, para que tenham um envelhecimento ativo e saudável, com autonomia e que sejam protagonistas de sua própria história.




FESTA À FANTASIA
O Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz,mantida pela Fundação Assis Gurgacz há 13 anos,atua na Comunidade na Cidade de Cascavel, com a finalidade de acolher pessoas idosas que vivem e vulnerabilidade social.Foi realizada a 1º edição da " Festa á Fantasia" no dia 13 de Junho de 2018.

A festa realizada com a temática " Festa á Fantasia", é bem aceita pelos Idosos do Centro de Convivência Nair Ventorin Gurgacz. Os Idosos mostram muita criatividade com os figurinos,Chapeuzinho Vermelho,Vovózinha e o Lobo Mau foram um dos personagens escolhidos pelos participantes na 1º edição do evento .Os fantasiados,além de se divertir, tem uma missão: conquistar os jurados.




ARTE INTEGRADA
A 1º edição do Festival Cultural de Artes Integradas - FESTFAG ,foi realizado pela Fundação Assis Gurgacz e o Ministério da Cultura, com o objetivo de promover a integração social, possibilitando o acesso à cultura, bem como proporcionar meios para melhorar a qualidade de vida ás pessoas acima de 60 anos, realizando cursos, workshop, oficinas de música,teatro, dança e apresentações artísticas direcionadas a Terceira Idade.




FESTIVAL DE MÚSICA
O Festival de Música para a Terceira Idade - FESTFAG 3ª IDADE, promovido pela Fundação Assis Gurgacz, através do Programa Ação Integrada pela Cidadania, iniciou no ano de 2007,com a finalidade de resgatar a identidade da pessoa idosa,oportunizando o acesso a cultura, mostrando a importância da música como fonte de cultura e lazer; proporcionando ainda um intercâmbio artístico- cultural entre as regiões, com o intuito de revelar talentos musicais e realização dos sonhos.